Almodôvar inaugurou o “novo” Campo das Eiras

Câmara de Almodôvar - inauguração Campo das Eiras (abril 2024)

O Campo das Eiras, no centro de Almodôvar e conhecido como o “curralinho”, fez história no futebol distrital, mas tem agora “novas funções”, depois de ter sido transformado num espaço aberto e multiusos, onde irão decorrer os principais eventos do concelho, com destaque para a FACAL.

“Temos aqui um espaço digno, amplo, com condições, tanto de acessibilidade como de exposição, para que comecemos a pensar num futuro onde o centro dos eventos é aqui”, frisou o presidente da Câmara de Almodôvar, António Bota, na inauguração do “novo” Campo das Eiras, no passado dia 25 de abril.

O projeto representou um investimento total de 2,3 milhões de euros e foi concretizado pelo município almodovarense, tendo tido apoio comunitário, através do programa operacional regional Alentejo 2020.

Na opinião de António Bota, o estado em que se encontrava o Campo das Eiras não servia os interesses de Almodôvar. “Não podíamos ter um espaço destes digno cheio de erva, com ratazanas, para ter apenas uma festa por ano”, observou.

Por isso mesmo, continuou, a autarquia avançou com o projeto de requalificação do espaço, que além de uma ampla área para a realização de eventos conta com camarins, casas de banho, uma zona de jardim com um parque infantil, restaurante e o Centro Interpretativo do Medronho, que será em breve ativado.

Concretizada a obra, a Câmara de Almodôvar pretende que este seja o novo espaço de todos os eventos a realizar na vila, criando também condições para apoiar os produtores locais de mel, azeite ou vinho.

“Temos de conseguir encontrar soluções que permitam que os nossos produtores tenham feiras temáticas para escoar os seus produtores, para criar mais emprego e para dar mais economia ao nosso concelho”, concretizou António Bota.

Almodôvar inaugurou o “novo” Campo das Eiras

Além de uma ampla área para a realização de eventos, o novo Campo das Eiras conta com camarins, casas de banho, uma zona de jardim com um parque infantil, restaurante e o Centro Interpretativo do Medronho, que será em breve ativado

A cerimónia de inauguração do “novo” Campo das Eiras contou com a presença do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento regional (CCDR) do Alentejo, António Ceia da Silva, que teceu rasgados elogios ao trabalho desenvolvido pelo executivo municipal.

“Tem havido um trabalho notável do presidente António Bota e da sua equipa”, disse Ceia da Silva, considerando os projetos de reabilitação urbana fundamentais para travar a perda de população registada pela região.

“Se quiser atrair pessoas, um concelho tem de se arranjar e de se reabilitar. E todos os projetos de reabilitação urbana, como é o caso do Campo das Eiras, são claramente uma obra que entra nessa visão”, argumentou o presidente da CCDR do Alentejo.

Na opinião do gestor, “este é um exemplo nítido de como se gasta bem as verbas da União Europeia”.

A requalificação do Campo das Eiras “é uma obra que nos orgulha a todos e uma obra que a Comissão Europeia pode visitar, para ver como foram bem gastos os fundos da União Europeia”, concluiu.

Opinião

Carlos Pinto

24 de Maio, 2024

Tensão extrema!

Vitor Encarnação

24 de Maio, 2024

Sábado à noite

Carlos Pinto

10 de Maio, 2024

O futuro dos Bombeiros!

Napoleão Mira

10 de Maio, 2024

A Alquimia das Favas

Carlos Pinto

26 de Abril, 2024

Abril, sempre!

Carlos Pinto

12 de Abril, 2024

Valerá tudo por tática política?

Anterior
Seguinte

EM DESTAQUE

ULTIMA HORA

Role para cima