Aljustrelense “boicota” Gala da AF Beja

Aljustrelense “boicota”

O campeão distrital Mineiro Aljustrelense revelou nesta sexta-feira, 21, que não vai estar representado oficialmente na Gala dos Campeões 2018-2019, que a Associação de Futebol de Beja (AFB) promove hoje.
Em causa está, segundo comunicado do clube, o facto de a AFB ter atribuído o prémio de melhor marcador do campeonato a um atleta do Almodôvar e não ao avançado aljustrelense Jorge Raposo, depois de ambos terem terminado a prova com o mesmo número de golos.
“Segundo o regulamento para a atribuição deste prémio, em caso de empate entre os dois melhores marcadores, receberá o prémio aquele que tenha realizado o menor número de jogos. Ora o critério utilizado, é, para o nosso clube, uma tremenda injustiça, pois o nosso jogador tem menos 274 minutos realizados do que o outro jogador, tendo portanto, precisado de muito menos minutos para marcar o mesmo número de golos, apesar de ter constado na ficha de jogo (modelo 143) mais um jogo do que o seu concorrente ao prémio”, justifica a direcção do Aljustrelense.
No comunicado, os responsáveis pelo Mineiro afirmam que esta tomada de posição não coloca em causa a relação institucional do clube com a AFB. “Nada nos move contra a nossa Associação, com a qual mantemos as mais cordiais e saudáveis relações, mas esperemos que a mesma reveja este tipo de critérios, para bem da justiça desportiva”, concluem os responsáveis aljustrelenses.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima