Água: Investimento de 7,4 milhões no concelho de Beja

Água: Investimento de 7

Estão a decorrer no concelho de Beja duas obras para melhorar o abastecimento público de água, num investimento total avaliado em 7,4 milhões de euros. A empreitada tem financiamento comunitário através do PO SEUR e é promovida pela empresa Águas Públicas do Alentejo (AgdA).
De acordo com a Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja, que faz parte da parceria que junta o Estado aos municípios na AgdA, o investimento em curso contempla duas empreitadas: a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) da Magra, que fará abastecimento de água a Beja, Salvada, Quintos, Cabeça Gorda e Baleizão, e o novo sistema adutor, com uma extensão de 38 quilómetros.
“Esta empreitada inclui a construção de uma ETA de última geração, preparada para recorrer às melhores tecnologias disponíveis para o efeito”, explica a EMAS, adiantando que o sistema “contempla o reforço de água a Beja com ligação ao reservatório da Atalaia, principal reserva de água da cidade, onde se juntará às condutas provenientes das captações subterrâneas existentes em torno da cidade e à conduta adutora que vem da barragem do Roxo”.
A nova ETA contará ainda com mais duas linhas de abastecimento independentes, num total de 38 quilómetros de extensão, “que conduzirão a água ao reservatório já existente de Baleizão e ao novo reservatório de Salvada, que permitirá o abastecimento gravítico a Cabeça Gorda e Quintos”.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima