AF Beja amplia apoios a clubes em 2015-2016

AF Beja amplia apoios

Ter mais clubes inscritos no campeonato distrital da 2ª divisão é uma das metas que a Associação de Futebol de Beja (AFB) pretende alcançar em 2015-2016.
Um objectivo que se junta à ambição de fazer regressar o campeonato distrital de juniores e que levou a direcção da AFB a aprovar recentemente medidas extraordinárias de apoio aos clubes.
Entre as novas medidas, destaque para a isenção do pagamento de 18 quotas de transferências nacionais (avaliadas num total de 675 euros) e a atribuição de cinco bolas aos clubes que não tiveram actividade em seniores no âmbito da AFB na última época e que este ano se inscrevam no campeonato distrital da 2ª divisão.
Já os clubes que se inscreverem no campeonato de juniores terão direito à isenção no pagamento de uma dezena de quotas de transferências nacionais, o que corresponde ao valor de 375 euros.
A juntar a isto, as equipas que se inscreverem nos campeonatos de futebol feminino em Seniores, Juniores e Iniciados, e nos campeonatos de futsal em Seniores femininos, Juniores masculinos e femininos e Iniciados masculinos e femininos estarão isentas do pagamento da quota de inscrição de jogadores.
Segundo o presidente da AFB, estas medidas devem-se ao facto da associação ter “perfeita consciência das dificuldades que os clubes vêm tendo, nomeadamente na actual conjuntura”, tendo sido ampliadas este ano.
“Como a AFB conseguiu este ano, devido às comemorações do seu 90º aniversário, ter mais alguns apoios do que esperávamos, ampliámos um pouco mais aquilo que eram as bonificações aos clubes, nomeadamente em isenções de transferências nacionais. É que além do apoio aos clubes, queremos também criar mais hipóteses para os jogadores formados localmente e para o atleta nacional”, acrescenta José Luís Ramalho ao “CA”.
O responsável máximo pela AFB acredita à imagem dos três anos anteriores, estas medidas vão ter efeitos práticos no número de clubes inscritos nas suas provas oficiais em 2015-2016.
“E mesmo que não consigamos levar à prática todos os desejos, da minha parte fico com a consciência tranquila de que tudo fiz para que os clubes pudessem participar nos campeonatos distritais. Com dificuldades, é certo. Mas isso todos estamos a passar”, conclui José Luís Ramalho.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima