Aeroporto de Beja: 5044 passageiros em dois anos

Aeroporto de Beja:

A funcionar há dois anos, o aeroporto de Beja, que custou 33 milhões de euros, processou 5044 passageiros, número considerado positivo pela ANA – Aeroportos de Portugal.
Desde que começou a operar, a 13 de Abril de 2011, o aeroporto de Beja, realizou, através de sete companhias aéreas, 160 movimentos de aeronaves, entre aterragens e descolagens, sendo 110 de operações charter de passageiros, 48 de voos privados/executivos e dois de carga aérea.
O balanço da actividade do aeroporto de Beja é "positivo" e "as perspectivas de desenvolvimento, em todas as áreas de negócio, são positivas", embora os volumes de tráfego de passageiros "somente" deverão ser "interessantes a partir de 2017/2018", disse à Agência Lusa fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal, que gere a infraestrutura.
Na área da carga aérea, "as acções de dinamização em curso poderão conduzir a importantes resultados já no curto prazo", admitiu, indicando que se têm vindo a "multiplicar" os contactos com operadores, dos quais já resultou um acordo entre a ANA e empresa internacional de logística UTi.
No âmbito do acordo, a UTi abriu um escritório no aeroporto de Beja e, no passado dia 27, realizou a primeira operação de carga a partir da infra-estrutura, lembrou a fonte.
Na área da indústria aeronáutica, disse, as consequências dos acordos entre a ANA e as empresas Aeromec e TAP "serão determinantes para o desenvolvimento" do segmento no aeroporto de Beja.
O acordo com a Aeromec prevê a construção de um hangar de manutenção de aeronaves no aeroporto, num investimento que poderá chegar aos 14 milhões de euros e criar cerca de 150 postos de trabalho.
O acordo com a TAP prevê o aluguer, pela transportadora aérea nacional, de espaços para estacionar aviões no aeroporto de Beja, onde terão uma manutenção "preliminar" antes de intervenções de manutenção "profunda" no complexo da empresa em Lisboa.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima