Adega de Vidigueira espera “acréscimo” de produção em 2021

A Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito (ACV) vai iniciar em breve as vindimas, esperando em 2021 um “acréscimo” na produção “entre os cinco e os 10%”, revela o presidente da instituição.

“Tivemos um bom ano agrícola, com uma previsão de acréscimo entre os cinco e 10 % na produção. Prevemos uma produção equilibrada e com a qualidade com que habituamos os nossos consumidores”, afiança José Miguel Almeida em comunicado enviado ao “CA”.

Já o enólogo da ACV estima que a colheita em 2021 seja equilibrada, tanto nos brancos como nos tintos.

“As condições climatéricas não prejudicaram o normal desenvolvimento das vinhas. As uvas dos nossos associados apresentam indicadores positivos de que continuaremos a produzir vinhos com o patamar de qualidade por nós exigido e esperado pelos nossos consumidores”, assegura Luís Morgado Leão, citado no mesmo comunicado.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima