30 farmácias do distrito de Beja à beira da falência

30 farmácias do distrito

Cerca de 30 farmácias do distrito de Beja estavam com acções de insolvência e penhora no final do primeiro trimestre de 2013, revela a Associação Nacional de Farmácias.
De acordo com a ANF, citada pela Agência Lusa, a 31 de Março 10% do total de farmácias em Portugal estavam com acções de insolvência e penhora, num total de 279 farmácias, o que provoca, segundo aquele organismo, “dificuldades de acesso da população portuguesa aos medicamentos”.
Entre as farmácias em dificuldades, 10,9% situam-se no distrito de Beja, sendo que o distrito mais afectado é o de Faro (18,6%). Seguem-se Viseu (14,4%), Santarém (14,3%), Setúbal (13,9%), Lisboa (12,7%), Madeira (10,8%) e Guarda (10,2%).
“O número de farmácias penhoradas e suspensas aumenta drasticamente a cada mês que passa, e ainda só vamos em Março. O cenário de 600 farmácias poderem encerrar até ao final do corrente ano parece, à luz destes dados, conservador. O ministro da Saúde continua a não querer ver o problema, permitindo, com a sua atitude, o forte aumento na dificuldade de acesso da população aos medicamentos da população, o que constitui um verdadeiro problema de saúde pública”, refere fonte da ANF citada pela Agência Lusa.
Por outro lado, a ANF reitera que “o mercado de medicamentos continua também a reduzir, muito mais do que estimado”.
"Desde o início do ano que [a queda do mercado de medicamentos] está a pique. Apenas nos três primeiros meses de 2013 o mercado reduziu-se 11,9 por cento (menos 88,4 milhões de euros) e a despesa do Serviço Nacional de Saúde no ambulatório diminuiu 14,7 por cento (menos 47 milhões de euros)”, lê-se no comunicado.
Em Dezembro de 2012, mais de metade das farmácias estava com o fornecimento de medicamentos suspenso, mês em que estes estabelecimentos registaram a maior quebra nas vendas.
Em Dezembro do último ano, o número de farmácias com fornecimentos suspensos, em pelo menos um grossista, era de 1.600, ou seja, mais de 55% do total das farmácias do país.
Apenas no último trimestre, 313 farmácias viram os seus fornecimentos suspensos, praticamente o mesmo número de todo o ano de 2011.

Partilhar

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Correio Alentejo

Artigos Relacionados

Role para cima