07h00 - quarta, 09/10/2019

Mercado de Almodôvar
quer ser "mais verde"

Mercado de Almodôvar quer ser "mais verde"

Valorizar e promover o Mercado Municipal e reduzir os impactos ambientais gerados pelas actividades a este associadas são as duas grandes metas do projecto "Mercado Municipal 10x Mais Verde", dinamizado pela Câmara de Almodôvar. A iniciativa já foi apresentada publicamente e aposta claramente na sensibilização da população para a questão das alterações climáticas e para a necessidade de adopção de novos hábitos ambientais.
"É preciso mudar comportamentos", sustenta ao "CA" João Pereira, vereador da Câmara de Almodôvar com o pelouro do Ambiente, explicando que todas as acções previstas no projecto visam, em termos práticos, "reduzir a zero as emissões de CO2" associadas à actividade do Mercado Municipal.
Nesse sentido, continua o vereador, o projecto "assenta no domínio da logística descarbonizada e economia circular para mercados tradicionais de frescos, com o objectivo geral de valorizar e promover" o Mercado Municipal "como equipamento emblemático, pólo estruturante e indutor de boas práticas ambientais e socialmente sustentáveis", assim como "reduzir os impactes ambientais gerados pela actividade conexa ao mercado municipal".
Segundo João Pereira, e tendo em conta as metas a atingir, o projecto prevê "uma panóplia de intervenções", nomeadamente a aquisição de uma lavadora de pavimento eléctrica e de um quadriciclo eléctrico com componente de carga. Este último já entrou ao serviço e irá ser utilizado para apoiar a logística do Mercado Municipal e permitir a entrega de compras a idosos e pessoas do concelho com mobilidade condicionada.
A par disso, a autarquia vai também avançar com a recolha de resíduos orgânicos para compostagem juntos dos estabelecimentos de restauração e adquirir um compostor, que permitirá a utilização do composto para adubação dos jardins do concelho ou a sua disponibilização à população em geral.
A aquisição de sacos reutilizáveis e biodegradáveis (nomeadamente em papel kraft), de carrinhos de compras para o Mercado Municipal e de carrinhos de compras desdobráveis reutilizáveis para distribuição pela população são outras das acções previstas.
A estas juntam-se ainda a realização de dois workshops sobre compostagem, a criação de calendários de secretária e de parede em papel reciclado com a temática das boas práticas ambientais, a edição de um guia de compostagem para distribuição gratuita pela população, e a realização de sessões de esclarecimento e sensibilização ambiental destinadas às escolas do concelho.
O projecto "Mercado Municipal 10x Mais Verde" representa um investimento na ordem dos 48 mil euros, co-financiado a 90%, no montante de 43.516,14 euros, pelo Fundo Ambiental.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 27/05/2020
Câmara de Beja assegura
transporte de alunos das freguesias
A Câmara de Beja vai garantir o transporte gratuito dos alunos dos 11º e 12º anos das freguesias rurais onde habitam até à cidade (e vice-versa), para que possam assistir às aulas presenciais até final do presente ano lectivo.
07h00 - quarta, 27/05/2020
Homem mata
colega de casa com
faca em Beja
A PSP de Beja deteve nesta terça-feira, 26, um homem, de 59 anos, pela suspeita da prática do crime de homicídio de um outro homem, de 63 anos, com quem vivia numa habitação na cidade.
07h00 - quarta, 27/05/2020
PCP e BE pedem
audições sobre
fábrica das Fortes
Os grupos parlamentares do PCP e do Bloco do Esquerda (BE) apresentaram na Assembleia da República pedidos de audição parlamentar sobre a poluição que afecta a aldeia de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, devido à fábrica de bagaço de azeitona da AZPO.
07h00 - terça, 26/05/2020
Alentejo 2020 tem a maior
taxa de compromisso nacional
O Alentejo 2020 fechou o ano de 2019 com uma taxa de execução financeira na ordem dos 27%, a maior entre todos os programas operacionais regionais de Portugal.
07h00 - terça, 26/05/2020
Freguesia de S. Luís
com falta de médicos
A Junta de Freguesia de São Luís, no concelho de Odemira, está indignada pela falta de profissionais de saúde na Extensão de Saúde local, sendo que de momento a freguesia não conta com médico, enfermeiros ou sequer serviços administrativos.

Data: 15/05/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial