07h00 - quarta, 13/06/2018

Castro: CDU contesta cortes,
PS critica "herança" da CDU

Castro: CDU contesta cortes, PS critica "herança" da CDU

O ajustamento dos protocolos de cooperação que a Câmara de Castro Verde mantém com as juntas de freguesia do concelho, aprovado na passada semana, é contestado pela CDU, que por sua vez é "alvo" de duras críticas por parte do Partido Socialista.
Para os comunistas, a decisão do executivo municipal "contraria as promessas eleitorais do PS" e "os compromissos assumidos" pelo presidente da Câmara no início do mandato, tratando-se "de uma manifesta vontade de asfixiar a autonomia e a capacidade de realização das juntas de freguesia rurais", "todas de maioria CDU".
"A CDU Castro Verde rejeita o argumento que esta opção política seja fruto da 'herança' que a CDU deixou, ou da actual situação financeira da Câmara Municipal. A CDU geriu a Câmara no último mandato com, sensivelmente, as mesmas receitas que o PS tem hoje à sua disposição e nunca optou por penalizar as juntas de freguesia nas transferências para investimento", argumenta.
Por seu lado, a Concelhia de Castro Verde do PS veio a público lamentar que, "depois de conduzir a Câmara Municipal de Castro Verde ao mau estado financeiro que tem neste momento", o vereador Francisco Duarte e a CDU "ainda tenham a ousadia de acusar o executivo do PS de falta de 'engenho e criatividade' na gestão da autarquia".
"Ou seja, para a CDU tudo devia continuar como sempre foi e o executivo do PS devia ter 'engenho e criatividade' para continuar a permitir o agravamento da situação financeira da Câmara Municipal. Temos de dizê-lo com clareza: é preciso muita falta de responsabilidade para pensar assim", frisa o PS de Castro Verde em comunicado enviado ao "CA", lembrando que no final de 2017 a autarquia apresentava uma dívida a fornecedores "superior a um milhão de euros".
"Depois de nove anos a gerir a Câmara e de a levar ao estado em que está na área financeira, o vereador Francisco Duarte e a CDU entendem que o executivo do PS deveria continuar a 'assobiar para o lado' e, lamentavelmente, querem enganar os castrenses, tentando passar a ideia que nada têm a ver com o grave problema que criaram no concelho", acrescentam os socialistas, concluindo: "Na verdade, só há dois responsáveis pela situação que a Câmara Municipal de Castro Verde está a passar: Francisco Duarte e a CDU".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 21/10/2018
Resialentejo promove
igualdade de género
A empresa intermunicipal Resialentejo adjudicou a uma empresa da região a elaboração do Plano para a Igualdade, para ir de encontro à Lei 62/2017, que prevê a representação equilibrada de mulheres e homens na administração de empresas públicas ou cotadas em bolsa.
07h00 - domingo, 21/10/2018
Líder do BE na
Feira de Castro
A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, vai estar neste domingo, 21 de Outubro, em Castro Verde, onde reunirá com os militantes locais e irá visitar a tradicional Feira de Castro, que se realiza neste fim-de-semana.
07h00 - sexta, 19/10/2018
Câmara de Beja vence
prémio de voluntariado
A Câmara Municipal de Beja venceu o prémio "Boas Práticas de Voluntariado", atribuído pela Delegação Regional do Alentejo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).
07h00 - sexta, 19/10/2018
Mértola apresenta filme
"Guadiana Selvagem"
A Câmara de Mértola promove nesta sexta-feira, 19, no cine-teatro Marques Duque, a apresentação ao público do documentário "Guadiana Selvagem", realizado por Daniel Pinheiro no Parque Natura do Vale do Guadiana.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Turma de Beja
sem sete professores
Os 26 alunos de uma turma do sétimo ano da Escola Básica de Santa Maria, em Beja, estão sem professor em sete das 15 disciplinas que constituem a sua matriz curricular desde o início do presente ano lectivo, devido à inexistência de docentes colocados.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial