07h00 - terça, 17/04/2018

Seca também
prejudica pecuária

Seca também prejudica pecuária

A grave seca que nos últimos meses afectou a região do Campo Branco também causou impactos significativos na pecuária, nomeadamente ao nível da alimentação e do abeberamento.
"Os anos de seca reflectem-se muito em patologias que aparecem nos nossos animais", admite a médica veterinária Ana Rita Simões, coordenadora do Agrupamento de Defesa Sanitária da Associação de Agricultores do Campo Branco, com sede em Castro Verde.
No que diz respeito à alimentação, explica esta responsável, os maiores problemas são causados pelo facto de a seca impedir que haja disponibilidade de alimentação de boa qualidade nas pastagens.
"Isso acaba por ter um impacto nos bovinos e nos pequenos ruminantes, seja em termos de condição corporal, que vai decaindo à medida que o tempo vai passando e há uma menor disponibilidade alimentar, seja até em termos da questão da reprodução. Como consequência,  temos problemas de fertilidade dos animais e patologias associadas a carências diversas", diz.
Além do mais, acrescenta Ana Rita Simões, existe outro conjunto de patologias inerentes aos períodos de seca. "Nos pequenos ruminantes, por exemplo, temos tido muitos casos de, por haver menor disponibilidade de alimentação, os animais procurarem determinados tipo de ervas que normalmente não comem e que muitas vezes são tóxicas", observa.
Já na questão do abeberamento, a seca afectou sobretudo a qualidade da água existente no Campo Branco para o gado. "Temos tido aqui casos de intoxicações por cianobactérias, sobretudo nas águas paradas onde existem umas algas que vão deteriorar ainda mais a qualidade da água. E os animais ao ingeri-las sofrem intoxicações… Temos também, por mau abeberamento, situações de aumento de clostridioses nos ovinos, que é uma doença que ataca muito os nossos rebanhos", acrescenta Ana Rita Simões.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 24/04/2018
Festejar a Liberdade
no distrito de Beja
O tempo é de festejar a Liberdade e a Democracia! Na noite desta terça para quarta-feira, de 24 para 25 de Abril, assinala-se o 44º aniversário da Revolução dos Cravos e a data será devidamente assinalada nos quatro cantos do Baixo Alentejo.
07h00 - terça, 24/04/2018
Câmara de Beja
cede espaço no Padrão
A Câmara de Beja vai ceder o novo espaço multiusos da aldeia do Padrão à Junta de Freguesia de Nossa Senhora das Neves, sendo que o contrato de comodato será assinado entre ambas as partes nesta terça-feira, 24.
07h00 - terça, 24/04/2018
PCP exige melhores
cuidados de saúde
O PCP de Beja exige "um financiamento adequado" para a Saúde e uma nova política para que todos os constrangimentos identificados neste sector na região "possam ser corrigidos, em prol de uma melhor Saúde parta todos".
07h00 - segunda, 23/04/2018
Biblioteca de Aljustrel
celebra Dia do Livro
A Biblioteca Municipal de Aljustrel assinala nesta segunda-feira, 23 de Abril, o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor com diversas iniciativas para promover o gosto pelos livros e pela leitura.
07h00 - segunda, 23/04/2018
Plano intermunicipal
"em nome" da Igualdade
Promover a igualdade de género e combater as discriminações em função do sexo ou orientação sexual são algumas das metas assumidas no novo Plano Intermunicipal para a Igualdade, que vai ser dinamizado até final de 2019 nos concelhos de Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Ferreira do Alentejo e Ourique.

Data: 20/04/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial