00h00 - sexta, 06/01/2017

Autárquicas: CDU já
escolheu vários candidatos

Autárquicas: CDU já escolheu vários candidatos

José Maria Pós-de-Mina poderá voltar a liderar a candidatura da CDU à Câmara Municipal de Moura nas próximas Eleições Autárquicas, apurou o "CA" junto de várias fontes. Pós-de-Mina foi presidente daquela autarquia entre 1997 e 20013, não tendo apresentado a sua recandidatura em 2013 por impeditivos legais (tinha cumprido três mandatos consecutivos).
Confrontado com esta notícia, o coordenador da Direcção de Beja do PCP, Miguel Madeira, não a confirma, revelando ao "CA" que os organismos do partido e as estruturas da CDU, "em auscultações, discussão e decisões com os militantes e activistas, desenvolvem um processo em que serão tomadas decisões a seu tempo".
Aliás, Miguel Madeira não só não confirma a candidatura de José Maria Pós-de-Mina como também não confirma mais quatro nomes que o "CA" apurou estarem certos como candidatos nos respectivos concelhos: Isabel Sabino em Barrancos e Helena D'Aguilar em Vidigueira serão candidatas naqueles concelhos. Uma e outra são actuais vice-presidentes das respectivas câmaras e, também nos dois casos, os actuais presidentes (António Tereno e Manuel Narra) estão impedidos de se recandidatarem por estarem a cumprir o terceiro mandato consecutivo.
Nos concelhos onde a CDU está na oposição, também há nomes que deverão ser anunciados em breve. É o caso de Miguel Bento em Mértola e de Manuel Nobre em Aljustrel: os dois são vereadores nas respectivas autarquias. Sobre estas notícias, Miguel Madeira repete que "essas decisões serão tomadas no seu tempo próprio".
Entretanto, o "CA" apurou também que em Ourique a CDU prepara-se para apresentar a candidatura de José Filipe Estevens, que liderou a aquela câmara entre 1989 e 1993, naquele que foi o último mandato de maioria comunista em Ourique. As grandes dúvidas, portanto, subsistirão nos concelhos de Almodôvar, Ferreira do Alentejo e Odemira – três municípios habitualmente muito complicados para a CDU.
No caso dos actuais presidentes de Câmara, parece certa a recandidatura de João Rocha (Beja), Francisco Duarte (Castro Verde), António Valério (Alvito), Tomé Pires (Serpa) e João Português (Cuba).
"Sendo as eleições para as autarquias locais processos muito envolventes, que o PCP e a CDU estão naturalmente a acompanhar, desenvolvemos o mais amplo debate possível para se encontrarem as soluções que em cada concelho, e de acordo com as suas particularidades e circunstâncias, melhor cumprem os objectivos de reforço da influência política e eleitoral da CDU", explica ao "CA Miguel Madeira, adiantando ainda que o partido está "de forma tranquila, a preparar essas decisões, designadamente dos cabeças de listas às câmaras municipais".


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - sábado, 29/04/2017
Presidente Marcelo
de visita à Ovibeja
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai estar este sábado, 29 de Abril, em Beja, visitando a 34ª edição da Ovibeja, que está a decorrer no Parque de Feiras e Exposições local.
00h00 - sábado, 29/04/2017
CDU contesta PS sobre
contas da Câmara de Castro
Garantindo que a Câmara Municipal teve um saldo positivo de 613 532,64 em 2016, a CDU de Castro Verde reagiu esta sexta-feira, 28, às críticas do PS, que divulgou esta semana o resultado líquido da autarquia no mesmo ano.
07h00 - sexta, 28/04/2017
Ovibeja recebe António Costa e líderes de PSD, PCP e Bloco
A Ovibeja vai ser esta sexta-feira, 28 de Abril, o principal "palco" político de Portugal, com a passagem do primeiro-ministro e dos líderes de PSD, Bloco de Esquerda e PCP pela "grande feira do Sul".
07h00 - sexta, 28/04/2017
PSD aprova candidatos
às câmaras de Almodôvar,
Mértola e Vidigueira
A Comissão Política Nacional do PSD aprovou esta quinta-feira, 27, mais 55 candidatos para as eleições Autárquicas de 1 de Outubro, entre os quais os cabeças-de-lista em Almodôvar, Mértola e Vidigueira.
00h00 - sexta, 28/04/2017
Partido Socialista critica
"contas negativas" na CM Castro
A Câmara Municipal de Castro Verde apresentou um resultado líquido negativo de 948940,56 euros nas suas contas de 2016 e a oposição socialista critica publicamente estes números.

Data: 28/04/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial