16h18 - quinta, 12/09/2019

A hora da Regionalização


Carlos Pinto
Aedição de 7 de Setembro do "Jornal de Notícias" tinha como principal manchete os resultados de uma sondagem nacional sobre a Regionalização. De acordo com o estudo da empresa Pitagórica, 51% dos inquiridos defende a criação de regiões em Portugal, contra os 39% que diriam "não" ao processo. Mais: só em Lisboa a Regionalização não ganharia num eventual novo referendo, ao contrário do que sucederia no Alentejo, Algarve, Centro e Norte.
Dias depois o tema voltou à "agenda mediática", agora com o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e da Câmara de Coimbra a considerar que a Regionalização "é manifestamente necessária para que haja um governo democrático dos territórios" que correspondem às actuais cinco regiões-plano: Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve. Além do mais, acrescentou o socialista Manuel Machado, Portugal "é o único país da União Europeia que não tem regiões administrativas governadas democraticamente".
É perante este enquadramento, que vai da percepção política ao reconhecimento da sociedade civil, que nos parece ter chegado a hora de se avançar finalmente com a Regionalização. Há muito que se fala desta ambição, mas nunca como agora ela foi tão necessária. Seguramente que há arestas a limar e aspectos a esclarecer (nomeadamente a questão territorial), mas este é um processo do qual o país (sobretudo os territórios afastados de Lisboa e Porto) necessita urgentemente para contrariar a tendência de desertificação e despovoamento. Esperemos que na próxima legislatura se faça história e justiça…



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
17h16 - domingo, 20/10/2019
Campo Arqueológico
de Mértola premiado
O Campo Arqueológico de Mértola (CAM) foi recentemente galardoado com o "IV Prémio Sísifo a la Investigación, Defensa y Difusión del Património Arqueológico" 2019, da Universidade de Córdova (Espanha).
07h00 - sexta, 18/10/2019
"Feira de Castro é uma bandeira do concelho"
O vice-presidente da Câmara de Castro Verde, David Marques, garante ao "CA" que valorização da Feira de Castro tem sido uma das apostas do actual executivo, considerando que o evento continua a ser um momento "de reencontro dos castrenses".
07h00 - sexta, 18/10/2019
Feira de Castro
espera milhares
de visitantes
A par do Natal, há outro marco incontornável no calendário anual dos castrenses (e de todas as gentes campaniças): a Feira de Castro! É por isso que ao terceiro fim-de-semana de Outubro as ruas da vila de Castro Verde se tornam num mar de gente, que desagua sempre no Largo da Feira, onde as barracas de roupa e calçado, os pregões dos vendedores e a tradição se juntam aos produtos da época, ao cheiro das farturas, à música dos carrosséis e às memórias de infância.
07h00 - sexta, 18/10/2019
Autarca de Ourique espera melhoria
dos serviços públicos na região
Com o novo Governo prestes a entrar em funções, o presidente da Câmara de Ourique espera que a próxima legislatura seja marcada por uma "melhoria da qualidade de vida dos ouriquenses e dos baixo-alentejanos".
07h00 - sexta, 18/10/2019
Exposição relembra
a "Beja Republicana"
A Câmara de Beja inaugura nesta sexta-feira, 18, pelas 18h30, no Centro UNESCO, a exposição "Beja Republicana", que tem coordenação científica do historiador Constantino Piçarra.

Data: 11/10/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial