12h53 - quinta, 07/02/2019

Actuar antes do "desastre"


Carlos Pinto
As conclusões do relatório divulgado nesta semana pelo Tribunal de Contas (TdC) sobre a auditoria financeira ao exercício de 2016 da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) são arrasadoras e bastante preocupantes. Tal como o "CA" lhe conta na página 4 desta edição, e segundo o TdC, a ULSBA está em "falência técnica" e tem um financiamento estatal "insuficiente", o que faz com que o Estado tenha de injectar periodicamente verbas extraordinárias na instituição.
Mas há (infelizmente) mais: a actividade da ULSBA "não gera rendimentos suficientes para fazer face à sua estrutura de gastos" e em Outubro de 2018 teve mesmo de receber um reforço de capital para cobertura de prejuízos transitados. O TdC nota ainda que a auditoria à gestão da ULSBA em 2016, à época liderada por uma administração nomeada pelo Governo PSD/ CDS, detectou igualmente um sistema de controlo interno "deficiente" e "ilegalidades, que consubstanciam eventuais infracções financeiras".
Ora tudo isto são problemas económico-financeiros a mais para uma instituição que já tem em mãos muitas situações para resolver naquela que é a sua principal função: a prestação de cuidados de saúde com qualidade a toda uma região. Ou seja, e à luz dos dados do presente, não se augura nada de bom para o futuro da ULSBA…
É por tudo isto que esta situação não pode (nem deve) ser encarada de ânimo leve. E mais que nunca é necessário exigir à tutela que actue de forma célere e implemente as medidas (e os milhões) que forem necessárias para regularizar a situação da ULSBA. Só assim será possível abrir um novo ciclo naquela que é uma dos instituições fulcrais para o desenvolvimento do Baixo Alentejo.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
13h34 - terça, 18/06/2019
Detido pela GNR por lenocínio no concelho de Ourique
Um homem de 59 anos vai aguardar julgamento em prisão preventiva, depois de ter sido detido pela GNR no concelho de Ourique pela alegada prática dos crimes de lenocínio, auxílio à imigração ilegal, detenção de arma proibida, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.
07h00 - terça, 18/06/2019
Acidente causa ferido
grave na mina de Aljustrel
O rebentamento de uma conduta de ar comprimido na lavaria da mina de Aljustrel causou ferimentos graves a um trabalhador de 32 anos na tarde desta segunda-feira, 17 de Junho.
07h00 - terça, 18/06/2019
Incêndios nos concelhos
de Almodôvar e Castro
Dois incêndios queimaram na tarde desta segunda-feira, 17 de Junho, vários hectares de floresta e de pasto nos concelhos de Almodôvar e de Castro Verde.
07h00 - terça, 18/06/2019
Teatro para seniores
na vila de Aljustrel
O Cine Oriental, em Aljustrel, recebe nesta terça-feira, 18 de Junho, pelas 15h00, a peça de teatro "A minha avó é uma comédia!", interpretada pela Associação Cultural Cri'Arte e apresentada no âmbito das Jornadas do Envelhecimento + Activo 2019.
07h00 - terça, 18/06/2019
Câmara de Ferreira do Alentejo
lança novo Programa de
Responsabilidade Social
Distinguir anualmente as empresas que promovam práticas sociais e ambientais responsáveis no concelho é o objectivo do novo Programa de Responsabilidade Social da Câmara de Ferreira do Alentejo.

Data: 14/06/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial