12h20 - quinta, 26/10/2017

Os desafios do Politécnico


Carlos Pinto
Quatro meses depois da decisão do conselho geral do Politécnico de Beja (IPBeja), o Governo – através do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – homologou finalmente a eleição de João Paulo Trindade como novo presidente da instituição. O antigo presidente da Câmara de Alvito sucede no cargo a Vito Carioca e tem pela frente enormes desafios, no sentido de garantir um crescimento sustentável e com bases sólidas para o Politécnico.
É bom lembrar que desde que nasceu, na década de 80, que o IPBeja se assumiu como ferramenta essencial para o desenvolvimento regional. E a palavra "ferramenta" não surge aqui por acaso: é que a aposta na Educação é, sem dúvida, a melhor forma de dinamizar as sinergias de toda uma região, através da capacitação do território e das suas gentes, por forma a tirar partido de todo o potencial existente.
Esse trabalho, louve-se, foi competentemente realizado pelo IPBeja ao longo dos últimos 30 anos. E são muitos os exemplos disso mesmo em domínios sócio-económicos tão diversos como a agricultura ou as novas tecnologias, passando, inclusive, pelo desporto, pela saúde ou pela acção social. Em todas estas áreas o Politécnico foi determinante para que a região pudesse ter as competências que lhe faltavam. Mas este é um trabalho que nunca estará terminado…
Ora é precisamente neste enquadramento que surgem os desafios que João Paulo Trindade (e restante equipa) terá pela frente. Numa altura em que instituição conseguiu voltar a aumentar o número de colocados e num momento em que se respira na região um clima económico mais positivo e esperançoso, é preciso que o IPBeja seja capaz de manter a resposta formativa que o Baixo Alentejo necessita e que consiga alcançar a meta da internacionalização através do incremento da investigação e da inovação. Se tal suceder, o futuro está garantido: o do Politécnico e o da região.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
13h34 - terça, 18/06/2019
Detido pela GNR por lenocínio no concelho de Ourique
Um homem de 59 anos vai aguardar julgamento em prisão preventiva, depois de ter sido detido pela GNR no concelho de Ourique pela alegada prática dos crimes de lenocínio, auxílio à imigração ilegal, detenção de arma proibida, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.
07h00 - terça, 18/06/2019
Acidente causa ferido
grave na mina de Aljustrel
O rebentamento de uma conduta de ar comprimido na lavaria da mina de Aljustrel causou ferimentos graves a um trabalhador de 32 anos na tarde desta segunda-feira, 17 de Junho.
07h00 - terça, 18/06/2019
Incêndios nos concelhos
de Almodôvar e Castro
Dois incêndios queimaram na tarde desta segunda-feira, 17 de Junho, vários hectares de floresta e de pasto nos concelhos de Almodôvar e de Castro Verde.
07h00 - terça, 18/06/2019
Teatro para seniores
na vila de Aljustrel
O Cine Oriental, em Aljustrel, recebe nesta terça-feira, 18 de Junho, pelas 15h00, a peça de teatro "A minha avó é uma comédia!", interpretada pela Associação Cultural Cri'Arte e apresentada no âmbito das Jornadas do Envelhecimento + Activo 2019.
07h00 - terça, 18/06/2019
Câmara de Ferreira do Alentejo
lança novo Programa de
Responsabilidade Social
Distinguir anualmente as empresas que promovam práticas sociais e ambientais responsáveis no concelho é o objectivo do novo Programa de Responsabilidade Social da Câmara de Ferreira do Alentejo.

Data: 14/06/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial