11h26 - quinta, 10/09/2015

O que queremos ouvir na campanha?


Carlos Pinto
Está à porta mais uma campanha eleitoral. Até dia 4 de Outubro, candidatos e apoiantes dos diversos partidos vão andar de lés-a-lés, de Norte a Sul do país, assumindo compromissos, discutindo propostas, fazendo promessas ou apontando incoerências aos adversários. Serão dias intensos, plenos de informação e contra-informação, com alguns bitaites e uma pontinha de demagogia à mistura. É assim em qualquer campanha.
O distrito de Beja não será excepção a esta realidade. Por cá também passarão os candidatos a primeiro-ministro, uns com mais possibilidades de êxito que outros. Mas o que verdadeiramente deve importar aos baixo-alentejanos será aquilo que os candidatos locais forem dizendo, concelho a concelho, ao longo destes longos dias de política. E há muito para falar, muito para discutir… muito por fazer.
É importante que os candidatos apresentam propostas concretas para evitar o despovoamento do território, o envelhecimento da população e o êxodo de jovens. Propostas concretas para a melhoria da rede de estradas, para a electrificação da ferrovia e para a rentabilização do aeroporto de Beja. Propostas concretas para a consolidação de uma agricultura sustentável na região, seja de regadio, sequeiro ou ligada à pecuária. Propostas concretas que possibilitem a instalação no Baixo Alentejo de agro-indústrias e projectos empresariais criadores de emprego. Propostas concretas em defesa da manutenção (e reforço) dos serviços públicos no distrito, da Saúde à Educação, da Justiça à Segurança Social. Propostas concretas para o crescimento de um turismo que salvaguarde os valores naturais. E mais, muito mais…
É isto que os eleitores do Baixo Alentejo ambicionam. Mais que uma campanha feita de slogans, desejam uma campanha de e com ideias. Porque a região muito necessita disso.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 23/10/2018
Deputado do PS elogia medidas do OE 2019 para o interior
O deputado do PS eleito por Beja considera que a proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2019 "sinaliza a valorização do Interior" por parte do Governo, seja com benefícios para as empresas ou com o aumento das transferências para as câmaras municipais e juntas de freguesia.
07h00 - terça, 23/10/2018
Detidos em Ferreira
por furto de alumínio
A GNR de Ferreira do Alentejo devete no passado domingo, 21 de Outubro, dois homens, um de 33 anos e outro de 47, por suspeitas da prática do crime de furto de material em alumínio.
07h00 - terça, 23/10/2018
Atletas de Castro
vencem no jiujitsu
A Associação de Jiujitsu Brasileiro de Castro Verde esteve em bom plano na edição de 2018 da Copa Buffalo, que decorreu no último domingo, 21 de Outubro, na cidade de Mafra.
07h00 - terça, 23/10/2018
GNR apreende material
contrafeito na Feira de Castro
A GNR de Almodôvar apreendeu no passado sábado, 20 de Outubro, um total de 794 artigos contrafeitos na Feira de Castro, tendo identificado cinco pessoas com idades entre os 23 e os 59 anos.
07h00 - segunda, 22/10/2018
BE que mais investimento
na Saúde para o interior
A líder do Bloco de Esquerda (BE) esteve neste domingo, 21 de Outubro, em Castro Verde, onde defendeu, no âmbito do Orçamento do Estado para 2019, um maior investimento no interior do país, sobretudo na área da Saúde.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial