10h40 - quinta, 12/12/2013

Cooperação, turismo e aeroporto de Beja


Aníbal Reis Costa
Durante esta semana, e ainda a decorrer, tivemos ocasião de participar numa importante acção de cooperação com Cabo Verde, tendo como "pano de fundo" a candidatura/projecto "Energias Cooperativas", recentemente aprovada no âmbito do Proder (fundos comunitários) e que teve como principal impulsionadora e promotora a Esdime – Agência para o Desenvolvimento Local do Alentejo Sudoeste.
Esta importante iniciativa, teve como base a geminação que o Município de Ferreira do Alentejo desenvolveu, em 2011, com o Município de São Filipe (Ilha do Fogo, Cabo Verde) e que assumiu o seu aspecto mais visível e mediático com o primeiro voo do Aeroporto Internacional de Beja, com destino àquele país de língua oficial portuguesa.
Desde o início que pretendemos desenvolver laços de cooperação visíveis, mais substanciais, concretos e não apenas meras intenções de aprofundamento de laços culturais. Não! A nossa geminação com São Filipe, desde a primeira hora, apontava para desenvolver e criar mais-valias para todas as partes envolvidas.
Está ainda a decorrer neste momento, porventura, uma das faces mais visíveis da nossa cooperação, com a primeiro curso de formação pedagógica inicial de formadores no Centro de Emprego e Formação Profissional do Fogo e Brava, em São Filipe, promovido pela Esdime.
Recorde-se que este centro foi obra da cooperação com o IEFP português e constitui um importante recurso ao dispor da Ilha do Fogo e Brava. Estão ainda em curso iniciativas para desenvolver o Plano Estratégico da Ilha do Fogo, a promoção da candidatura a fundos comunitários (Comissão Europeia) de "São Filipe, Cidade D´Arte", a classificação de São Filipe como Património da Humanidade da Unesco e a criação da delegação da Esdime em Cabo Verde.
Durante este tempo, entre outros, tivemos ocasião de reunir com o IEFP de Cabo Verde, AICEP e embaixador de Portugal, por forma a melhor potenciarmos a nossa deslocação.
Durante esta nossa cooperação (iniciada em 2011) – e tendo o aeroporto de Beja e a nossa região como suporte – surgiu, igualmente, uma nova oportunidade, integrada numa candidatura, promovida pela Esdime, designada por "Alentejo, Região Exportadora", ao Programa Operacional Regional InAlentejo, de forma a consubstanciarmos toda as nossas intenções, conseguindo que se atingisse maior notoriedade para o Alentejo, com a elaboração de campanha promocional, se desenvolvessem novas rotas de voo através do aeroporto de Beja (oportunamente iremos divulgar publicamente este assunto), aumentando as vendas do chamado inbounding Sol & Mar, touring e gastronomia e vinhos (pontos fortes da nossa região que poderão gerar mais-valias relevantes). Uma atenção especial foi igualmente dada à promoção de marcas e negócios daquilo que agora é o core business (principal negócio) do Alentejo: o vinho e o azeite. O último, mas nem por isso menor objectivo, o de "gerar movimentos de carga aérea" através do "nosso" aeroporto.
Tudo isto desenvolvido sem quaisquer custos para o Município de Ferreira do Alentejo e tendo como ambição continuar a promover a nossa região e as nossas capacidades, dando um importante contributo à cooperação com os nossos "irmãos de Cabo Verde" e potenciando o Aeroporto Internacional de Beja.
Gostávamos de destacar a enorme colaboração de todas as partes envolvidas, o que, naturalmente contribui para a aprovação da candidatura e o possível (grande) impacto que poderá ter na região.
Continuamos a preferir falar depois de fazer, anunciar depois de estar garantido. Achamos que só com uma atitude pragmática em relação a estes e outros assuntos podemos ter melhores resultados para a nossa actividade e para a nossa região
É necessário que, apesar de todas as adversidades e obstáculos, continuemos a pensar que a nossa contribuição pode fazer a diferença e não podemos, nem devemos, resignar-nos à mera atitude de espectadores em todo o processo de desenvolvimento.
Continuamos, como sempre, a pensar assim!



COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - terça, 17/07/2018
Columbófilo de Entradas
ganha título distrital
Paulo Bárbara, columbófilo de Entradas, no concelho de Castro Verde, garantiu pela terceira vez o título distrital na Geral (categoria que soma os resultados obtidos nas vertentes de Velocidade, Meio-Fundo e Fundo), vencendo a Zona Sul em 2018.
00h00 - segunda, 16/07/2018
Problemas graves na
Basílica de Castro Verde
Depois de um Inverno e uma Primavera particularmente chuvosos, o estado de degradação da Basílica Real de Castro Verde é cada vez mais evidente e preocupante.
00h00 - segunda, 16/07/2018
Intercidades volta
a Amoreiras-Gare
Cinco de Agosto: é esta a data definida pela empresa Comboios de Portugal (CP) para o início das paragens do Intercidades na estação Amoreiras-Odemira, em Amoreiras-Gare.
00h00 - segunda, 16/07/2018
Vasco da Gama e Moura
já conhecem adversários
As equipas do Vasco da Gama da Vidigueira e do Moura AC já conhecem os adversários que vão defrontar em 2018-2019 na Série D do Campeonato de Portugal.
00h00 - domingo, 15/07/2018
Dança contemporânea
para ver em Castro Verde
"Chocalhando" é o título do espectáculo que a Companhia de Dança Contemporânea de Évora (CDCE) apresenta neste domingo, 15 de Julho, no palco do cine-teatro municipal de Castro Verde.

Data: 13/07/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial