00h27 - sábado, 06/04/2013

Cavaco Silva inaugurou
nova refinaria em Sines

Cavaco Silva inaugurou nova refinaria em Sines

Cavaco Silva desafia os empresários portugueses a investirem no país como a GALP, que inaugurou uma nova refinaria em Sines, avaliada em 1,4 mil milhões de euros.
"Acabámos de inaugurar o maior projecto industrial alguma vez feito no nosso país: a nova refinaria de Sines, uma das mais avançadas tecnologicamente de toda a Europa", disse o Presidente da República esta sexta-feira, 5, durante a cerimónia de inauguração da nova refinaria.
"É um sinal de confiança na economia portuguesa e eu espero que este projecto estimule outros empresários a avançarem nas suas decisões de investimento", acrescentou Cavaco Silva.
O Presidente da República salientou o facto de, com esta nova unidade industrial, "Portugal passar a ser um exportador de gasóleo".
"Este investimento vai contribuir para a redução dos desequilíbrios que acumulámos ao longo de décadas nas nossas contas externas", frisou.
Segundo o presidente executivo da GALP, Ferreira de Oliveira, a entrada em funcionamento desta nova unidade industrial não significa que Portugal passe a ter gasóleo mais barato.
"Os preços à saída da refinaria são definidos, não pela GALP Energia, mas pelo equilíbrio da oferta e da procura no mercado internacional", explicou.
"Se vendêssemos produto à saída da refinaria mais caro do que os preços internacionais, ninguém nos comprava porque importaria. Se vendêssemos mais barato, não tínhamos produto para o mercado nacional porque os traders nos compravam todo o crude. Portanto, temos que vender aos preços internacionais".
Ferreira de Oliveira reconheceu que a única maneira de fazer baixar os preços dos combustíveis seria através da regulação administrativa, salientando, no entanto, que teria de ser um "preço regulado através dos impostos".
O investimento da GALP em Sines consistiu na construção de uma nova unidade de hidrocraqueamento de gasóleo pesado para a produção de gasóleo e de jet.
Esta unidade permitirá um aumento da produção de gasóleo através da conversão profunda de fracções mais pesadas das ramas.
Foi ainda construída uma unidade de steam reformer para produção de hidrogénio e uma unidade de recuperação de enxofre dos gases produzidos.
As novas instalações ocupam uma área de 28 hectares no complexo da refinaria de Sines, a principal refinaria de Portugal, com uma capacidade de destilação de cerca de 220 mil barris por dia, ou seja, cerca de 70% da capacidade de refinação nacional.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 22/05/2018
ACT confirma
"repressão" na Somincor
A inspectora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) confirmou na passada semana, no Parlamento, que houve "repressão, assédio e violação dos direitos" dos trabalhadores da Somincor.
07h00 - quinta, 17/05/2018
Prospecção de petróleo na costa vai avançar
O consórcio formado pelas petrolíferas ENI (Itália) e GALP (Portugal) deverá avançar com os trabalhos de prospecção de petróleo ao largo da costa alentejana no próximo mês de Setembro, depois de ter sido dispensado de apresentar uma avaliação de impacto ambiental (AIA) pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).
07h00 - terça, 15/05/2018
Espaço Empresa
inaugurado em Beja
A Câmara de Beja inaugura nesta terça-feira, 15, pelas 10h00, o seu novo "Espaço Empresa", numa cerimónia que contará com a presença do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.
07h00 - segunda, 14/05/2018
Somincor promove
sessões de esclarecimento
Apresentar a sua visão sobre a actividade e os novos projectos em marcha no seio da mina de Neves-Corvo são os principais objectivos das sessões de esclarecimento que a Somincor vai promover a partir desta segunda-feira, 14, nos cinco concelhos onde tem mais influência.
07h00 - quinta, 10/05/2018
"Ruralidade é segredo
da Feira de Garvão", diz
presidente da CM Ourique
Na véspera de arrancar mais uma edição da tradicional Feira de Garvão, o presidente da Câmara de Ourique, Marcelo Guerreiro, justifica ao "CA" o sucesso e a longevidade do certame com o facto deste manter intacta a sua "traça rural".

Data: 18/05/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial