00h00 - sábado, 16/02/2013

Malhadinha Nova registou o
melhor ano de sempre em 2012

Malhadinha Nova registou o melhor ano de sempre em 2012

A Herdade da Malhadinha Nova, na freguesia de Albernoa (Beja), registou em 2012 um volume de negócios a rondar os 2,2 milhões de euros, revela ao "CA" a administração.
"Foi o nosso melhor ano de sempre. Crescemos cinco por cento face ao ano anterior, o que não é mau! E face à conjuntura actual temos a ambição de crescer mais ainda", diz o administrador João Soares.
Em média, da herdade saem cerca de 300 mil garrafas (em parte exportadas para 25 países dos quatro cantos do mundo), sendo que a filosofia continua a ser a de não "vender vinho por vender vinho".
"As pessoas que querem uma garrafa de vinho porque precisam de beber vinho, não devem beber Peceguina! Aquilo que nós quisemos fazer foi um vinho que dê prazer, para ser bebido em ocasiões especiais", justifica João Soares.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 20/11/2018
Campanha de Natal
em Castro Verde
A Câmara de Castro Verde promove até ao dia 6 de Janeiro a campanha "Neste Natal, Ofereça Castro Verde-Compre no Comércio Local", que visa ser um estímulo à revitalização do espaço comercial do concelho.
07h00 - segunda, 19/11/2018
Vinhos do Alentejo
valorizados no preço
para exportação
Os vinhos da região do Alentejo registaram no primeiro semestre de 2018 uma valorização de 9% no preço de exportação face ao período homólogo de 2017, revela a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).
07h00 - quinta, 15/11/2018
Futuro do regadio debatido em Montes Velhos
São João de Negrilhos, no concelho de Aljustrel, recebe nesta quinta e sexta-feira, dias 15 e 16 de Novembro, uma série de iniciativas no âmbito das XI Jornadas Fenareg-Encontro Regadio 2018, integradas nas comemorações dos 50 anos do Roxo.
07h00 - quarta, 14/11/2018
Economia Circular
debatida em Messejana
A vila de Messejana (Aljustrel) recebe nesta quarta-feira, 14, a segunda reunião plenária do Fórum Economia Circular do Alentejo, promovida pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA).
07h00 - sexta, 09/11/2018
LPN informada sobre o problema
Em declarações ao "CA", a bióloga Rita Alcazar, responsável pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN) em Castro Verde, lembra que espécies como a raposa, saca-rabos ou corvos são "selvagens", logo sem qualquer controlo.

Data: 09/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial