07h00 - sexta, 26/06/2020

Castro Verde: Projecto do
Jardim do Padrão pode ser revisto

Castro Verde: Projecto do Jardim do Padrão pode ser revisto

O presidente da Câmara de Castro Verde garante que a autarquia está totalmente aberta a "rever, corrigir, acrescentar e melhorar o projecto" de requalificação urbana previsto para o Jardim do Padrão, no centro da vila. A posição de António José Brito surge na sequência da apresentação e discussão pública dos projectos de requalificação do Jardim do Padrão e do eixo Largo Vítor Prazeres/Rua António Francisco Colaço.
"Se no caso do Largo Vítor Prazeres/Rua António Francisco Colaço parece consensual a qualidade e necessidade da solução, para mais consolidada com a criação de um parque de estacionamento na Rua do Santo (cerca de 60 lugares!), no caso do Jardim do Padrão há uma expressiva manifestação de desconforto e até oposição à ideia proposta", admite o autarca castrense.
Segundo António José Brito, a solução apresentada para o Jardim do Padrão "não é definitiva nem isso faria sentido" e, por isso, a autarquia está totalmente aberta "a rever, corrigir, acrescentar e melhorar o projecto".
"Depois dos contributos dados na consulta pública e após ouvir atentamente as pessoas e os seus sentimentos, não teremos a leviandade de fazer da democracia participativa algo que é muito bonito para apregoar e, depois, raramente ter consequências. Pode ter sido assim para outros mas, para nós, a vontade das pessoas conta e teremos sempre a humildade de ouvir com atenção e respeitar", garante.
António José Brito reitera ainda que o objectivo da Câmara de Castro Verde é "ter um Jardim do Padrão consensual". "Com um resultado onde a expressiva maioria dos Castrenses se reveja, porque preserva a memória e valoriza os nossos sentimentos. Mas também porque acrescenta valor e qualidade urbana ao nosso Jardim do Padrão. Esse será o caminho", conclui.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
22h13 - sexta, 10/07/2020
Covid-19: Testes negativos a
trabalhadores da Somincor
Os trabalhadores da Somincor, empresa mineira de Neves-Corvo, testados nesta quinta-feira, 9, ao coronavírus Covid-19 tiveram resultado negativo, adianta a Câmara Municipal e o Serviço Municipal de Protecção Civil de Castro Verde.
07h00 - sexta, 10/07/2020
Criminalidade diminuiu no distrito de Beja em 2019
O distrito de Beja é o quinto mais seguro em todo o país, tendo registado um decréscimo na criminalidade geral em 2019.
07h00 - sexta, 10/07/2020
Programa de apoio à
cultura esgotado em Beja
A cidade de Beja vai receber, nos próximos meses, três exposições, cinco sessões de contos, quatro sessões de teatro e marionetas e 11 espectáculos musicais, fruto das candidaturas apresentadas ao Programa Municipal de Apoio à Cultura (PEAC).
07h00 - sexta, 10/07/2020
Diocese de Beja assinala
250 anos da sua restauração
A 10 de Julho de 1770 foi restaurada, pelo Papa Clemente XIV, a Diocese de Beja, data assinalada 250 anos depois neste fim-de-semana, 10 a 12, com diversas iniciativas de cariz religioso.
07h00 - sexta, 10/07/2020
Um caso de Covid-19
identificado em Neves-Corvo
Um trabalhador da Somincor residente no concelho de Almodôvar foi identificado como estando infectado com Covid-19, adiantaram nesta quinta-feira, 9, a Câmara Municipal e o Serviço Municipal de Protecção Civil de Castro Verde.

Data: 10/07/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial