12h00 - sexta, 10/01/2020

Bernardo Nascimento: "Rui Rio garante estabilidade"

Bernardo Nascimento: "Rui Rio garante estabilidade"

O mandatário de Rui Rio no distrito de Beja, Bernardo Nascimento, explica ao "CA" as razões que, na sua opinião, justificam a reeleição do actual presidente do PSD neste sábado, 11.

Por que razão é Rui Rio o melhor candidato a presidir o PSD?
Entendo que o Dr. Rui Rio é o melhor candidato a presidir o PSD por vários motivos, entre os quais destaco a garantia da estabilidade do partido. Sendo líder da bancada parlamentar, é a pessoa certa para fazer oposição ao Governo socialista e pela sua experiência autárquica, será o líder certo para conduzir o PSD a bons resultados no próximo acto eleitoral, as eleições Autárquicas. Ainda pela sua seriedade, competência e genuinidade; pelo seu elevado sentido de serviço aos portugueses e ao país, colocando sempre, e em primeiro lugar, os interesses nacionais, actuando com verdade e frontalidade.

Espera que estas eleições sejam apenas decididas numa segunda volta?
Acredito que a reeleição de Rui Rio aconteça no dia 11 de Janeiro, não havendo lugar a uma segunda volta. Espero que a maioria dos militantes do PSD, que votará no próximo dia 11, o faça com a consciência plena de que a continuidade da liderança é acertada, representando Rui Rio, sem margem para dúvidas, a base de confiança e seriedade do PSD.

Qual o maior desafio que o partido tem pela frente?
O maior desafio que o PSD tem pela frente é reconquistar a confiança do eleitorado perdido nas últimas eleições Legislativas e, assim, alcançar um excelente resultado no próximo acto eleitoral, mostrando aos portugueses que é uma força política digna de confiança e importante para Portugal.

Qual deve ser a prioridade do novo presidente do PSD relativamente ao Baixo Alentejo?
Recordo que Rui Rio é o presidente do PSD que mais vezes se deslocou ao Baixo Alentejo, o que demonstra bem a sua preocupação em relação à nossa região. Considero que o presidente do PSD deve defender o nosso principal setor de actividade, a agricultura. Deve promover medidas eficazes que levem ao crescimento da economia da região, que ajudem à fixação de população. Deve exercer, junto do Governo, a pressão necessária para a conclusão de projetos na área ferrovia e infra-estruturas viárias, tão importantes para a dinamização da região. Acima de tudo, desejo que se comprometa com a região e com a população baixo-alentejana.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 26/05/2020
Alentejo 2020 tem a maior
taxa de compromisso nacional
O Alentejo 2020 fechou o ano de 2019 com uma taxa de execução financeira na ordem dos 27%, a maior entre todos os programas operacionais regionais de Portugal.
07h00 - terça, 26/05/2020
Freguesia de S. Luís
com falta de médicos
A Junta de Freguesia de São Luís, no concelho de Odemira, está indignada pela falta de profissionais de saúde na Extensão de Saúde local, sendo que de momento a freguesia não conta com médico, enfermeiros ou sequer serviços administrativos.
07h00 - segunda, 25/05/2020
Aljustrel retoma
mercados mensais
A Câmara de Aljustrel decidiu retomar a realização de mercados mensais no Parque de Feiras e Exposições da "vila mineira", ainda que mediante o cumprimento de novas regras devido à pandemia de Covid-19.
07h00 - segunda, 25/05/2020
Câmara de Almodôvar aprova
apoios às empresas do concelho
A Câmara de Almodôvar aprovou na passada semana, em reunião do executivo, um lote de candidaturas, no valor aproximado de 29591 euros, no âmbito do Programa de Apoio ao Tecido Empresarial (PATECA).
07h00 - segunda, 25/05/2020
Odemira recebeu
vigília pelas artes
A vila de Odemira foi um dos "palcos", na passada quinta-feira, 21, da vigília pelas artes e cultura em Portugal, numa iniciativa da qual acabou por nascer a Plataforma Cultura e Artes Odemira, que junta diversos artistas residentes no concelho.

Data: 15/05/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial