07h00 - segunda, 16/12/2019

"Maioria expressiva"
aprovou novos horários

"Maioria expressiva" aprovou novos horários

Os novos horários de laboração na mina de Neves-Corvo foram votados favoravelmente por uma "maioria expressiva" dos trabalhadores da Somincor, reconhece Luís Cavaco, do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM).
Em declarações à Rádio Castrense, o sindicalista diz que a proposta da empresa foi apresentada aos trabalhadores, votada e aprovada, daí a anuência do STIM. "Não tínhamos como não ir a favor da maioria, pois sempre assim foi neste sindicato. A decisão da maioria dos trabalhadores é que conta e assim foi", vinca.
Já o administrador-delegado da Somincor refere que o acordo de empresa com o STIM foi assinado a 30 de Julho, decorrendo agora o período experimental de seis meses, que permitirá validar – ou não – este novo modelo.
"Durante este período iremos monitorizar aprofundadamente questões como a fadiga laboral, na medida em que estes são turnos mais longos que passaram de 7h30 para 10h42. Este é um risco que nós levamos muito a sério e queremos assegurar que este factor não se irá sobrepor aos efeitos positivos decorrentes do menor número de dias de trabalho e mais dias de descanso", diz Kenneth Norris.
O gestor canadiano acrescenta que o objectivo da Somincor "é fazer com que este novo sistema de dois turnos funcione melhor do que o sistema anterior". "Nesse sentido, iremos trabalhar, em conjunto, com o sindicato e com os trabalhadores na melhoria contínua das condições de trabalho e da nossa operação, de uma forma colaborativa e construtiva, que permita assegurar a tão desejada sustentabilidade da empresa em beneficio de todas as partes envolvidas", garante.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 09/07/2020
Tecnologia 4G chega
à mina de Neves-Corvo
A mina de Neves-Corvo, situada no concelho de Castro Verde, será uma das primeiras em todo o mundo a dispor, ao longo dos seus mais de 90 quilómetros de túneis no subsolo, da tecnologia 4G/LTE (Long Term Evolution), que permitirá uma maior segurança operacional, o aumento da eficiência e de produtividade e a redução de custos na sua operação.
07h00 - terça, 07/07/2020
Estudo confirma
impactos da apanha
nocturna de azeitona
Um estudo sobre os impactos das culturas intensivas e super-intensivas de olival em áreas de regadio confirma que a prática de colheita mecânica nocturna de azeitonas nos olivais super-intensivos conduz à perturbação e mortalidade de aves, revela o Ministério do Ambiente.
07h00 - segunda, 06/07/2020
Apanha nocturna
de azeitona suspensa
A associação Olivum, a CAP, a CONFAGRI e a Casa do Azeite selaram um acordo visando a suspensão voluntária e temporária da colheita nocturna mecanizada de azeitona com efeitos imediatos.
08h00 - sábado, 27/06/2020
Estudo preliminar da variante
à vila de Aljustrel aprovado
A empresa Infra-estruturas de Portugal (IP) já aprovou o estudo preliminar relativo à construção da variante norte à vila de Aljustrel, revela ao "CA" fonte oficial da autarquia mineira.
07h00 - sexta, 26/06/2020
Tecnologia 4G
vai chegar à mina
de Neves-Corvo
A mina de Neves-Corvo, situada no concelho de Castro Verde, será uma das primeiras em todo o mundo a dispor, ao longo dos seus mais de 90 quilómetros de túneis no subsolo, da tecnologia 4G/LTE (Long Term Evolution), que permitirá uma maior segurança operacional, o aumento da eficiência e de produtividade e a redução de custos na sua operação.

Data: 10/07/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial