07h00 - sexta, 12/04/2019

EMAS Beja investe na
área das águas residuais

EMAS Beja investe na área das águas residuais

A melhoria da gestão das redes de águas residuais do concelho é a grande prioridade da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja para 2019, que conta ter a nova Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da cidade a funcionar "muito em breve".
Em declarações ao "CA", o administrador-executivo da EMAS lembra que 2018 "foi um ano de mudança", abrindo caminho, em 2019, "à consolidação de um novo ciclo do resto da vida" da empresa. Nesse sentido, continua Rui Marreiros, 2019 é encarado na EMAS "como o ano do saneamento de águas residuais", tendo sido preparado "um plano operacional estratégico que visa uma melhoria significativa na gestão das redes de águas residuais do concelho", que complementará o "valor acrescentado" que é a nova ETAR.
"A nova ETAR de Beja, construída pela Águas Públicas do Alentejo, é uma infra-estrutura de tratamento de águas residuais cujo desempenho ambiental será decisivo para a melhoria da qualidade das massas de água da bacia do Guadiana e dos eco-sistemas naturais que a compõem. Teve um custo da ordem dos cinco milhões de euros, já se encontra em fase de pré-funcionamento e será inaugurada muito em breve", garante o administrador-executivo da EMAS.
Rui Marreiros acrescenta ainda que a empresa irá fazer uma aposta "em intervenções de manutenção preventiva e corretiva", esperando que estas "venham a traduzir-se numa diminuição do número de ocorrências relacionadas com as obstruções na rede de saneamento". Para o efeito, diz, "está já em curso um levantamento global e pormenorizado do cadastro, numa rede que é composta por mais de 170 kms de extensão total, contabilizando um total de 4.623 caixas de visita".
"A actual estratégia adoptada, em simultâneo com entrada em funcionamento da nova ETAR de Beja, colocará a cidade como uma referência ao nível do tratamento de águas residuais urbanas, em linha com aquilo que já foi possível atingir em outros sectores", frisa o gestor.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
11h00 - terça, 21/01/2020
Hélder Guerreiro inicia
ciclo de reuniões temáticas
Hélder Guerreiro, candidato à presidência da Federação do Baixo Alentejo do PS, inicia nesta terça-feira, 21, um ciclo de reuniões temáticas, todas em Beja, com militantes que são, também, profissionais em sectores "vitais para as pessoas e para o Baixo Alentejo".
07h00 - terça, 21/01/2020
Junta de Cabeça Gorda
quer obras na EM 511
A Junta de Freguesia de Cabeça Gorda está preocupada com o estado actual da Estrada Municipal (EM) 511, que liga a aldeia à cidade de Beja, tendo já solicitado uma reunião com o presidente da Câmara Municipal para abordar o assunto.
07h00 - terça, 21/01/2020
CM Castro delega competências na UFCVC
A União de Freguesias de Castro Verde e Casével (UFCVC) assumiu, no início deste ano de 2020, novas competências em 12 áreas, fruto do acordo celebrado com a Câmara Municipal de Castro Verde.
07h00 - segunda, 20/01/2020
Feira do Pau Roxo
em Castro Verde
Tradição é tradição e nesta segunda-feira, 20 de Janeiro, a vila de Castro Verde volta a receber mais uma edição da Feira de São Sebastião, conhecida como "Feira do Pau Roxo", nome popular da cenoura roxa vendida no certame.
07h00 - segunda, 20/01/2020
Presidente da JS
quer mais jovens
nas autarquias
Recém-eleito para a presidência da Federação do Baixo Alentejo da Juventude Socialista, o almodovarense Luís Carlos Martins traça as metas para o próximos dois anos, definindo as Autárquicas de 2021 como o "grande momento político" do mandato.

Data: 10/01/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial