07h00 - sexta, 22/03/2019

"Sustentabilidade ambiental é
aposta de futuro da EMAS"

"Sustentabilidade ambiental é aposta de futuro da EMAS"

No Dia Mundial da Água o administrador-executivo da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja garante que a sensibilização ambiental é, cada vez mais, uma prioridade na acção da empresa. "O quadro da sustentabilidade ambiental associada à inovação são uma aposta de futuro e uma visão estratégica" na empresa, diz Rui Marreiros.

Nesta sexta-feira, 22 de Março, assinala-se o Dia Mundial da Água. De que forma vai a Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja celebrar a data?
A EMAS Beja assumiu, desde há muito, uma aposta forte na sensibilização ambiental enquanto contributo para a melhoria da qualidade de vida da comunidade. E entre outos momentos importantes ao longo do ano, datas-chave como o Dia Mundial da Água são uma oportunidade para fortalecer esta acção. Este ano não será diferente, embora se vá adoptar um modelo integrado, que conduzirá à comemoração conjunta do Dia Mundial da Árvore e o Dia Mundial da Água, na verdade temas que se relacionam bastante e permitem uma abordagem integrada junto da comunidade. A outra novidade é a forma da sua realização, nesta sexta-feira, 22, com uma eco-caminhada, iniciativa conjunta organizada pela Câmara de Beja, pela EMAS e pelas escolas que integram o Politécnico de Beja. Irão ser percorridos diferentes pontos da cidade, dando a conhecer a diversidade de árvores e vários pontos de interesse relacionados com a história da água de Beja. Tratando-se de uma actividade integrada no programa "Eco-Escolas", é aberta a toda a comunidade. Entre outras actividades serão plantadas várias árvores num dos espaços que a EMAS Beja tem na cidade, próximo a um grande reservatório de distribuição de água. Pela tarde vamos dar continuidade à iniciativa "EMAS nas Escolas", realizando uma sessão de educação ambiental no âmbito do projecto "Heróis Água", já bastante conhecido e que este ano conta já com o envolvimento de 1.194 alunos em 53 sessões por todas as escolas do concelho de Beja.

Em que medida é esta questão da sustentabilidade e da consciencialização ambiental uma prioridade para a EMAS?
A EMAS Beja voltou a reforçar a aposta na sustentabilidade dos recursos naturais, onde o projecto de sensibilização ambiental "Heróis da Água" desempenha um papel crucial enquanto veículo de comunicação, integrando e envolvendo a comunidade em geral na protecção do meio ambiente. Um trabalho de proximidade que se iniciou em 2012 e que ao longo dos últimos sete anos lectivos muito tem contribuído para a valorização dos recursos naturais, em especial da água, através da promoção da participação activa da comunidade, sendo estes os grandes pilares de actuação para o ano lectivo de 2018-2019. O "Ciclo Urbano da Água" volta a estar em destaque como um dos temas a desenvolver, juntamente com uma missão que é de todos e que será o nosso contributo para salvar os oceanos, a "Missão Plástico Zero", dando assim continuidade à sensibilização para o não recurso aos plásticos de utilização única, que representam uma ameaça e uma preocupação crescente. Uma outra iniciativa realizada em parceira com a Câmara de Beja, a exposição "A água de que somos feitos", foi mais um momento alto na chamada de atenção da comunidade em geral para a necessidade da utilização racional dos recursos naturais. Paralelamente existem outras iniciativas a destacar, como, por exemplo, o novo "Desafio Ambiental", que pretende estimular a criatividade dos mais novos, a qual será premiada com viagens ao Oceanário de Lisboa, bem como o "Mini Orçamento Participativo", que irá dar voz e decisão à comunidade na aplicação de soluções sustentáveis no concelho de Beja que tenham contributos para a melhoria da qualidade de vida das populações. Ou seja, num contexto em que as questões ambientais, como são exemplo as alterações climáticas ou a economia circular estão na ordem do dia, a EMAS Beja, dentro da sua responsabilidade empresarial, social e ambiental, assume um compromisso com as futuras gerações, contribuindo continuamente para a promoção da sustentabilidade dos recursos naturais.

Que novos projectos estão previstos pela empresa para esta área?
O quadro da sustentabilidade ambiental associada à inovação são uma aposta de futuro e uma visão estratégica. A confirmar este objectivo central está o facto de na recente remodelação orgânica [da EMAS] ter sido criada a Divisão de Sustentabilidade e Inovação, no sentido de dar corpo a esta estratégia. A sustentabilidade assentará na contínua adaptação do projecto "Heróis da Água" ou no aumento de escala de uma outra grande iniciativa, a campanha "Água da torneira se faz favor". O surgimento do "Mini Orçamento Participativo", apenas lançado na comunidade escolar, pretende ensaiar a sua eficácia neste primeiro ano, para depois ser "exportado" para a comunidade em geral. São ferramentas de participação pública, testadas, com provas dadas e que serão essenciais no futuro.

Há mais ideias?
Para este ano teremos o lançamento de outro projecto que diz muito a toda a empresa e esperamos que seja igualmente acarinhada por todos os que são de Beja, conhecem Beja ou gostam de Beja. Falo da "História da água de Beja", uma publicação cheia de memórias e factos históricos relevantes que conta em simultâneo a história da cidade e da sua água. Terá um roteiro associado, que permite percorrer de forma informada grande parte destes pontos de interesse. Será distribuído em grande medida em formato digital, de forma gratuita, sendo que estamos a fazer todos os esforços para que o seu grande lançamento ocorra no Ovibeja, constituindo até o tema central da nossa participação. Para o futuro, não tão imediato, está a nascer um projecto que pretende aglutinar e potenciar grande parte destas valências, o Centro de Ciência da Água. Talvez possamos falar sobre isto no futuro, espero que sim…


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 12/07/2019
Aljustrel, Almodôvar e Ourique
exigem reabertura dos Correios
Faz nesta sexta-feira, 12 de Julho, precisamente um mês que o presidente do concelho de administração dos CTT, João Bento, deixou uma garantia na Assembleia da República: a empresa não irá encerrar mais nenhuma loja em todo o país.
07h00 - quinta, 11/07/2019
Autarca de Aljustrel quer
mais empregabilidade
O presidente da Câmara de Aljustrel revela que a aposta feita pelo Município na diversificação da economia local visa encontrar alternativas à actividade mineira enquanto esta atravessa um período de grande pujança.
07h00 - terça, 09/07/2019
Conselho Regional
avalia Alentejo 2020
O Conselho Regional da CCDR do Alentejo reúne nesta terça-feira, 9 de Julho, em Évora, numa sessão que servirá, entre outros pontos, para debater a situação do Programa Operacional Regional Alentejo 2020, bem como fazer um ponto da situação da estratégia Portugal 2030.
07h00 - segunda, 01/07/2019
Epiroc avança com
investimento em Aljustrel
A Epiroc, empresa de equipamentos mineiros com origem na multinacional sueca Atlas Copco, vai deixar o Porto e estabelecer a sua nova oficina nacional em Aljustrel, num investimento que deverá estar pronto durante o primeiro semestre do próximo ano de 2020.
07h00 - quinta, 27/06/2019
"Aljustrel é exemplo de
diversificação económica"
O ministro dos Negócios Estrangeiros esteve nesta quarta-feira, 26 de Junho, no concelho de Aljustrel, onde ficou a conhecer alguns investimentos com origem na diáspora da "vila mineira" espalhada pelo mundo.

Data: 12/07/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial