07h00 - sexta, 22/02/2019

Somincor com lucro de 75,3 milhões em 2018

Somincor com lucro de 75,3 milhões em 2018

A Somincor-Sociedade Mineira de Neves-Corvo terminou 2018 com vendas na ordem dos 357 milhões de euros e um lucro bruto de 75,3 milhões de euros, naquele que foi o melhor resultado da empresa nos últimos quatro anos. Números que a empresa mineira com sede em Castro Verde justifica com a "melhoria da produtividade" da mina, de onde saíram quase 130 mil toneladas de minério no último.
De acordo com relatório anual de 2018 da multinacional sueco-canadiana Lundin Mining, proprietária da Somincor, a que o "CA" teve acesso, no ano transacto saíram de Neves-Corvo um total de 45.692 toneladas de concentrado de cobre (mais 12.068 toneladas que em 2017) e 75.435 toneladas de zinco (mais 4.079 toneladas que no ano anterior). Em 2018 a Somincor produziu também 6.571 toneladas de chumbo e 1.791 toneladas de prata, produtos onde a empresa de Neves-Corvo superou igualmente os registos de 2017.
Com este nível de produção, a Somincor conseguiu fechar o ano com 356,9 milhões de euros em vendas (bem acima dos resultados obtidos em 2015, 2016 e 2017) e um lucro bruto (que consiste na diferença entre as vendas facturadas e o custo dos produtos facturados, sem incluir custos administrativos, financeiros ou outros) de 75,3 milhões de euros. Em 2017 o lucro bruto da empresa mineira foi de 65,7 milhões de euros.
As vendas da Somincor em 2018 representaram 23% das vendas totais da Lundin Mining. Melhor só a mina de Candelária, no Chile, responsável por 49% das vendas totais do grupo. Ao todo, a Lundin Mining registou em 2017 um total de vendas de cerca de 1,5 biliões de euros, abaixo dos 1,7 biliões de 2017.
Estes números poderão aumentar em 2019, ainda que as previsões da Somincor apontem, de momento, para uma produção muito semelhante à do último ano: entre 40.000 e 45.000 toneladas de cobre e entre 71.000 e 76.000 toneladas de zinco.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sábado, 23/03/2019
ACPA: Sector do porco
alentejano em bom momento
O sector do porco alentejano vive "um bom momento", com o número de animais comercializados a aumentar de ano para ano e com o valor de mercado a crescer.
07h00 - sexta, 22/03/2019
"Sustentabilidade ambiental é
aposta de futuro da EMAS"
No Dia Mundial da Água o administrador-executivo da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja garante que a sensibilização ambiental é, cada vez mais, uma prioridade na acção da empresa.
07h00 - quinta, 14/03/2019
EDIA entrega prémios
"Mais Alqueva, Mais Valor"
A Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA) promove nesta quinta-feira, 14 de Março, pelas 14h30, a cerimónia de entrega dos prémios da primeira edição do projecto "Mais Alqueva, Mais Valor".
07h00 - quarta, 13/03/2019
Castro Verde, Odemira
e Ourique na BTL
Os concelhos de Castro Verde, Odemira e Ourique vão marcar presença na edição de 2019 da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que decorre entre esta quarta-feira e domingo, dias 13 a 17 de Março, na FIL.
07h00 - quarta, 13/03/2019
PCP defende campanha
de fiscalização nas minas
O PCP defende a realização, por parte do Governo e em organização com entidades patronais e sindicais, de uma campanha nacional de fiscalização e prevenção de acidentes de trabalho e doenças profissionais na indústria mineira.

Data: 22/03/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial