07h00 - quarta, 05/12/2018

Cercicoa vai criar
lar em Ourique

Cercicoa vai criar lar em Ourique

A Cercicoa e a Câmara Municipal de Ourique vão avançar com a construção do Lar Dom Dinis, lar-residencial para pessoas com deficiência que ficará situado na Praça Dom Dinis e cujo projecto já foi aprovado pelo Alentejo 2020. Trata-se de uma candidatura apresentada pela autarquia ouriquense e, de momento, decorre a abertura do concurso público para que as obras, avaliadas em 150 mil euros, possam ser realidade em 2019.
De acordo com o presidente da Cercicoa, António Matias, este projecto representa, na totalidade, um investimento de 500 mil euros, sendo que 350 mil euros já foram gastos na aquisição do edifício. Os restantes 150 mil euros destinam-se às obras de adaptação e requalificação do imóvel, intervenção que contará com o apoio do Alentejo 2020 no quadro do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial.
O novo lar permitirá o apoio a 22 pessoas com deficiência em regime de acolhimento residencial, além de estar prevista a criação de 12 novos postos de trabalho directos.
"A realização desta operação reveste-se de uma enorme relevância estratégica para o projecto da Cercicoa, que no âmbito da abrangência dos seus serviços procura levar soluções diversificadas para pessoas com deficiência, para as quais ainda não existem respostas e que se encontrem socialmente excluídas e em muitos casos isoladas", frisa António Matias ao "CA".
O presidente da cooperativa acrescenta ainda que "este alargamento da oferta irá, certamente, consolidar e estrutura organizativa da instituição e, simultaneamente, introduzir novas grandes responsabilidades". Isso contribuirá "certamente para a melhoria contínua e para garantir o foco permanente na oferta das melhores condições de prestação de serviços e de oferta de trabalho", reforça.
Recorde-se que a Cercicoa tem sede em Almodôvar e o seu trabalho abrange os concelhos de Almodôvar, Castro Verde e Ourique, assim como parte dos de Mértola e Odemira. As diversas respostas sociais da instituição apoiam, no total, mais de 400 pessoas com deficiência e/ ou incapacidade e respectivas famílias.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
08h00 - domingo, 23/02/2020
BE questiona Governo sobre
morte nas Urgências de Beja
Os deputados do Bloco de Esquerda (BE) apresentaram na Assembleia da República algumas questões à ministra da Saúde relativamente ao caso do falecimento, no final de Janeiro, de um utente na sala de espera das Urgência do Hospital de Beja.
08h00 - sábado, 22/02/2020
Vidigueira vai ter
novo Centro de Saúde
O Ministério da Saúde validou na quinta-feira, 20, a necessária autorização à Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) para avançar com a construção do novo Centro de Saúde da Vidigueira num terreno cedido pela autarquia local.
07h00 - sexta, 21/02/2020
Médicos reuniram
no hospital de Beja
Os sindicatos dos Médicos da Zona Sul (SMZS) e Independente dos Médicos (SIM) exigem um "rigoroso inquérito" às causas do recente falecimento de um doente na sala de espera das Urgências dos Hospital de Beja.
07h00 - sexta, 21/02/2020
Estação dos CTT de Aljustrel
vai reabrir na segunda-feira
Os CTT vão reabrir a sua estação de Aljustrel já próxima segunda-feira, 24 de Fevereiro, depois deste serviço ter sido sub-concessionado a uma entidade privada há mais de um ano.
07h00 - quinta, 20/02/2020
Aljustrel cria maior percurso
mineiro urbano de Portugal
São 12 quilómetros de extensão, entre caminhos urbanos, passadiços de madeira e caminhos rurais, recheados de história(s) e memória(s): é assim o "Percurso Mineiro de Aljustrel", o maior de cariz urbano de todo o país e que pretende levar os caminhantes a passar pelos principais locais de interesse da "vila mineira".

Data: 21/02/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial