07h00 - sábado, 10/11/2018

Odemira valoriza
violas de arame

Odemira valoriza violas de arame

Valorizar e preservar as viola de arame portuguesa, entre as quais a campaniça, típica do interior do concelho de Odemira, é o grande objectivo do VIII Encontro de Violas de Arame, que vai decorrer em São Martinho das Amoreiras neste fim-de-semana, dias 10 e 11 de Novembro. A iniciativa realiza-se em simultâneo com o V Encontro de Tocadores de Viola Campaniça, numa organização do Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso (CVVCCI).
"Este encontro tem como objectivo dinamizar e manter activa a nossa freguesia, o interior do nosso concelho e, ao mesmo tempo, mostrar o trabalho desenvolvido em São Martinho das Amoreiras em tudo o que tem a ver com a viola campaniça, característica do interior do concelho de Odemira", sublinha ao "CA" João Pedro Vilhena, presidente da Associação de Desenvolvimento de Amoreiras-Gare (ADA), uma das entidades que integra o consórcio responsável pelo CVVCCI, juntamente com a Câmara de Odemira, Junta de Freguesia e Casa do Povo de São Martinho das Amoreiras.
"São Martinho das Amoreiras é a 'capital' de uma das violas de arame mais conhecidas a nível nacional e internacional, a nossa viola campaniça, muito associada à freguesia, e deve afirmar-se e chamar a si a organização de um evento destes", acrescenta a vereadora Deolinda Seno Luís.
Para a responsável pela pasta da Cultura na Câmara de Odemira, o encontro vai proporcionar "a troca e partilha de saberes de quem representa estes instrumentos musicais", possibilitando a afirmação do CVVCCI e "de todo este património que é muito popular e que é muito importante que seja salvaguardado".
Este encontro "pode trazer ainda mais entusiasmo aos construtores de viola campaniça e a futuros alunos do CVVCCI, ao confrontarem o seu trabalho na construção de violas com outros construtores convidados, nos workshops que se vão realizar", complementa João Pedro Vilhena.

Debates e muita música
Ambicionando ser uma "acção importante de resgate e dignificação da cultura regional", o VIII Encontro de Violas de Arame vai decorrer na Casa do Povo de São Martinho das Amoreiras e contará com a presença da viola campaniça (Alentejo), viola braguesa (Minho), viola beiroa (Beira Baixa), viola de arame (Madeira), viola da terra (Açores) e viola caipira (Minas Gerais/ Brasil), dedilhadas, respectivamente, pelos tocadores Pedro Mestre e Carlos Loução, José Barros, Ricardo Fonseca, Vítor Sardinha, Rafael Carvalho e Chico Lobo.
O encontro arranca às 10h30 de sábado, 10 de Novembro, sendo que na sessão de abertura vão estar José Alberto Guerreiro (presidente da Câmara de Odemira) e João Pedro Vilhena (presidente da ADA). Segue-se a apresentação do CVVCCI, por Nuno Duarte (presidente da Junta de Freguesia de São Martinho das Amoreiras) e uma mesa-redonda com os tocadores das violas de arame representadas na iniciativa,
Depois de almoço, pelas 14h00, é inaugurada uma exposição de cordofones, a que se segue o debate "A viola de arame portuguesa", moderado por José Francisco Colaço Guerreiro (da Cortiçol, de Castro Verde) e com as intervenções de Manuel Morais (musicólogo e professor), Domingos Morais (professor e etnomusicólogo) e Salwa Castelo-Branco (professora e etnomusicóloga).
Às 17h30 actuam os alunos de viola campaniça do CVVCCI, enquanto que para as nove da noite está previsto o concerto "Violas de Arame" no Centro Social de Amoreiras-Gare, com entradas gratuitas.
No domingo, 11 de Novembro, o programa do encontro arranca às 10h00, com um debate sobre construção da viola de arame portuguesa, com a participação dos construtores Daniel Luz, Orlando Trindade e um representante da fábrica de cordofones "Arte & Música".
Após o almoço, às 14h00, realizam-se oficinas de violas de arame, seguindo-se uma sessão de cante ao despique e baldão, acompanhado à campaniça na Taberna do Lagar (16h00) e um magusto (18h00).


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 15/02/2019
Exposição de escultura
e desenho em Aljustrel
O Espaço Oficinas, em Aljustrel, acolhe a partir desta sexta-feira, 15 de Fevereiro, a exposição de escultura e desenho "Mesa", com trabalhos de sete alunos de mestrado da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.
07h00 - sábado, 09/02/2019
Aula de zumba
solidária em Castro
A Associação de Moradores da Cerca dos Pinheiros, de Castro Verde, promove neste sábado, 9 de Fevereiro, a segunda edição da "Master Class Solidária de Zumba".
07h00 - segunda, 04/02/2019
Amor Electro e Calema
na Feira do Campo 2019
A banda Amor Electro e a dupla Calema são os "cabeças-de-cartaz" da 19ª edição da Feira do Campo Alentejano, que se realiza entre os dias 7 e 9 de Junho no Parqie de Feiras e Exposições da vila de Aljustrel.
07h00 - sábado, 26/01/2019
Napoleão Mira
apresenta novo
livro em Aljustrel
O escritor Napoleão Mira, natural de Entradas (Castro Verde) e colaborador do "CA", vai estar neste sábado, 26, pelas 16h00, na Biblioteca Municipal de Aljustrel, para apresentar o livro Olhares-Relatos da Índia.
07h00 - sábado, 26/01/2019
Roteiro "Sonoridades
& Sabores" chega ao
fim em Odemira
O "Café Porfírio", na aldeia de Vale Ferro (freguesia de Relíquias), recebe neste sábado, 26 de Janeiro, o último espectáculo da edição de 2018-2019 do roteiro "Sonoridades & Sabores 2018".

Data: 22/02/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial