07h00 - terça, 06/11/2018

CM Castro Verde revela
resultados da auditoria

CM Castro Verde revela resultados da auditoria

A auditoria externa às contas da Câmara de Castro Verde no quadriénio 2014-2018, de gestão CDU, confirma "prejuízos de forma consecutiva" e sublinha que nesse período a autarquia "assumiu compromissos sem ter assegurado as fontes de financiamento".
O documento, elaborado pelos auditores Oliveira, Reis & Associados, SREC, Lda, foi apresentado em reunião de Câmara no passado dia 25 de Outubro e confirma que a autarquia apresentou no quadriénio 2014-2017 "prejuízos de forma consecutiva".
A par disso, acrescenta o relatório, perante a "significativa diminuição" da receita proveniente da Derrama, não terá sido acautelado o "acréscimo de risco relativamente às decisões de gestão tomadas desde então", além de que a operacionalidade" da Câmara Municipal foi "verdadeiramente insuficiente para compensar os custos da sua actividade".
No relatório, os auditores sublinham igualmente que entre 2014 e 2018 não foram tomadas as medidas necessárias para contrariar a tendência negativa da situação económica da autarquia, referindo ainda que o executivo em funções nesse período tomou a opção de adjudicar a construção das estradas entre Castro Verde, Santa Bárbara de Padrões e a mina de Neves-Corvo "sem ter assegurado as fontes de financiamento para o efeito, nomeadamente, não acautelando a diminuição da receita da Derrama que se tem vindo a observar nos últimos anos".
A auditoria observa ainda que, em quatro exercícios consecutivos, o auditor externo da Câmara Municipal (Marques, Cruz & Associados, SROC, Lda.) emitiu "reserva por desacordo relativamente ao valor do património inscrito no balanço do Município, não quantificando contudo o valor desse desacordo". Uma situação que, segundo o mesmo auditor externo, "fica a dever-se ao facto de ainda não se encontrarem reconhecidas nas demonstrações financeiras 'diversas operações urbanísticas, arruamentos e benfeitorias'".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
13h34 - terça, 18/06/2019
Detido pela GNR por lenocínio no concelho de Ourique
Um homem de 59 anos vai aguardar julgamento em prisão preventiva, depois de ter sido detido pela GNR no concelho de Ourique pela alegada prática dos crimes de lenocínio, auxílio à imigração ilegal, detenção de arma proibida, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais.
07h00 - terça, 18/06/2019
Acidente causa ferido
grave na mina de Aljustrel
O rebentamento de uma conduta de ar comprimido na lavaria da mina de Aljustrel causou ferimentos graves a um trabalhador de 32 anos na tarde desta segunda-feira, 17 de Junho.
07h00 - terça, 18/06/2019
Incêndios nos concelhos
de Almodôvar e Castro
Dois incêndios queimaram na tarde desta segunda-feira, 17 de Junho, vários hectares de floresta e de pasto nos concelhos de Almodôvar e de Castro Verde.
07h00 - terça, 18/06/2019
Teatro para seniores
na vila de Aljustrel
O Cine Oriental, em Aljustrel, recebe nesta terça-feira, 18 de Junho, pelas 15h00, a peça de teatro "A minha avó é uma comédia!", interpretada pela Associação Cultural Cri'Arte e apresentada no âmbito das Jornadas do Envelhecimento + Activo 2019.
07h00 - terça, 18/06/2019
Câmara de Ferreira do Alentejo
lança novo Programa de
Responsabilidade Social
Distinguir anualmente as empresas que promovam práticas sociais e ambientais responsáveis no concelho é o objectivo do novo Programa de Responsabilidade Social da Câmara de Ferreira do Alentejo.

Data: 14/06/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial