07h00 - quarta, 31/10/2018

Campo Branco já pode exportar
borregos para a Arábia Saudita

Campo Branco já pode exportar borregos para a Arábia Saudita

Os 27 milhões de consumidores existentes na Arábia Saudita, maior potência económica do Golfo Pérsico e uma das principais do mundo, são o novo alvo dos produtores de ovinos e caprinos do Campo Branco. Os governos português e saudita chegaram a acordo para a abertura deste mercado à exportação de animais nacionais, o que o presidente da Associação de Agricultores do Campo Branco (AACB) classifica de "bastante importante" para a região.
"Estas notícias são sempre bem-vindas, porque há mercados que começam agora a abrir-se e que antes não existiam, o que faz com que o produto tenha o escoamento garantido. A abertura de novos mercados é bastante importante para a zona, porque os borregos que produzimos na nossa região têm de ser todos para exportação", diz José da Luz Pereira em declarações ao "CA".
De momento, observa o presidente da AACB, os borregos produzidos no Campo Branco são exportados quase na totalidade para Israel, o que tem permitido "uma grande procura" e que o preço por animal mantenha "um valor razoável em relação aos outros anos". Daí que a abertura de um novo mercado no Médio Oriente deixe antever um crescimento do sector.
"O mercado está garantido e perspectiva-se que haja uma resposta boa dos nossos produtores", afirma José da Luz Pereira, ainda que alerte para as exigência do ponto de vista sanitário deste tipo de exportações. "São mercados muito exigentes, com condições que têm de ser cumpridas rigorosamente, mas que os produtores já se vão habituando a cumprir", nota.
O presidente da AACB espera que este dinamismo, assim como o aumento do potencial exportador do sector, ajude a trazer mais jovens para a actividade agro-pecuária na região. "Estou convencido que o futuro dos pequenos ruminantes está garantido e que vai ter preços muito agradáveis, que vão possibilitar àqueles que se dediquem à produção um futuro, o que é bastante importante para a nossa região", acrescenta.
O acordo entre Portugal e a Arábia Saudita para exportação de ovinos e caprinos para este país árabe foi anunciado no início desta semana, sendo que as empresas interessadas deverão contactar as direcções de Serviços de Alimentação e Veterinária da sua região, por forma a conhecerem os requisitos necessários para darem início à exportação.
Para o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira, "este passo é resultado do fortíssimo investimento na abertura de mercados e na internacionalização por parte deste Governo".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 20/11/2018
Campanha de Natal
em Castro Verde
A Câmara de Castro Verde promove até ao dia 6 de Janeiro a campanha "Neste Natal, Ofereça Castro Verde-Compre no Comércio Local", que visa ser um estímulo à revitalização do espaço comercial do concelho.
07h00 - segunda, 19/11/2018
Vinhos do Alentejo
valorizados no preço
para exportação
Os vinhos da região do Alentejo registaram no primeiro semestre de 2018 uma valorização de 9% no preço de exportação face ao período homólogo de 2017, revela a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).
07h00 - quinta, 15/11/2018
Futuro do regadio debatido em Montes Velhos
São João de Negrilhos, no concelho de Aljustrel, recebe nesta quinta e sexta-feira, dias 15 e 16 de Novembro, uma série de iniciativas no âmbito das XI Jornadas Fenareg-Encontro Regadio 2018, integradas nas comemorações dos 50 anos do Roxo.
07h00 - quarta, 14/11/2018
Economia Circular
debatida em Messejana
A vila de Messejana (Aljustrel) recebe nesta quarta-feira, 14, a segunda reunião plenária do Fórum Economia Circular do Alentejo, promovida pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA).
07h00 - sexta, 09/11/2018
LPN informada sobre o problema
Em declarações ao "CA", a bióloga Rita Alcazar, responsável pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN) em Castro Verde, lembra que espécies como a raposa, saca-rabos ou corvos são "selvagens", logo sem qualquer controlo.

Data: 09/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial