07h00 - quinta, 04/10/2018

Património(s) de Beja
para ver até domingo

Património(s) de Beja para ver até domingo

São muitos os patrimónios de Beja. Da história à gastronomia, passando pelo turismo, pela cultura, pelas artes e ofícios, pela música, pela avifauna e biodiversidade, pelas tradições e até por sectores como a Educação ou a Economia, as várias "facetas" do concelho vão estar em destaque no próximo fim-de-semana alargado, de 4 a 7 de Outubro, na nova feira "Patrimónios do Sul".
O certame, que no calendário substitui a Rural Beja, é promovido pela Câmara de Beja e pretende estimular a produção, a transformação e a comercialização, o espírito criativo, o empreendedorismo e a inovação. No fundo, projectar para todo o país aquilo que Beja é… e pode vir a ser.
"Entendemos que a feira deve apelar a um conjunto de patrimónios da nossa terra do passado e do presente, para que possamos também projectar melhor o futuro", explica ao "CA" o presidente da Câmara Municipal. "E quando dizemos patrimónios dizemos patrimónios naturais, patrimónios gastronómicos, enoturismos, recursos naturais, avifauna, economia local… Portanto, tudo aquilo que nos caracteriza, de forma a termos uma feira um pouco mais ampla e não exclusivamente centrada sobre o mundo rural", acrescenta Paulo Arsénio.
A feira "Patrimónios do Sul" vai decorrer no Parque de Feiras e Exposições de Beja/ Manuel Castro e Brito e ao longo de quatro dias contará com diversas actividades para todos os gostos e idades. Entre estas surge, naturalmente, a música, com destaque para os concertos dos Iris (na quinta-feira, 4, pelas 23h00), dos Calema (sexta-feira, 5, às 23h00) e da David Antunes & The Midnight Band (sábado, 6, pelas 23h00).
Uma das particularidades do evento é o facto de se multiplicar em várias feiras, a começar pela "ViniPax", dedicada ao vinho e que contará com a presença dos sete produtores do concelho de Beja e de mais de quatro dezenas de produtores de todo o país. "É o maior certame de vinhos do Baixo Alentejo", nota o autarca Paulo Arsénio.
À "ViniPax" junta-se mais três espaços dedicados aos sabores e saberes: "Artes do Sul" (com o artesanato, design, turismo e produtos agro-alimentares em destaque), "Sul à Mesa" (vocacionado para a gastronomia mediterrânica e que contará com workshops e sessões de degustação) e "Petiscos" (juntando a cozinha regional à animação musical).
A "Patrimónios do Sul" conta ainda com a segunda edição da "Caça & Pesca", que valoriza estas duas actividades, a 17ª edição da "Avibeja", que reúne criadores de aves de vários pontos do país, e a regressada "Beja Brava", onde as tradições taurinas vão estar em plano de destaque com demonstrações de toureio a cavalo e a pé, exposições, conversas temáticas, espectáculos e um passeio a uma ganadaria.
A grande novidade é mesmo o "Beja Educa", espaço lúdico e pedagógico destinado ao público infantil e juvenil que vai proporcionar experiências e aprendizagens em diferentes sectores, ao mesmo tempo que pretende reforçar os laços afectivos com a comunidade.
"A Educação é a maior das apostas do actual executivo da Câmara Municipal de Beja! E com o regadio, com o aeroporto e um conjunto de estruturas em volta da nova agricultura e da dinamização do aeroporto estamos em crer que daqui a uma década ou duas o panorama das profissões no Baixo Alentejo será também significativamente diferente", justifica o presidente da autarquia.
"Portanto, todos estes novos operadores que já estão posicionados no terreno e na economia local acederam ao nosso convite de trazerem para a feira demonstrações com simuladores, viaturas e outros elementos que considerem pertinentes para cativarem e demonstrarem aos mais novos aquilo que pode ser o Alentejo do médio prazo", acrescenta Paulo Arsénio, notando que também a ciência, o saber e a tecnologia vão estar presentes neste espaço, através do Politécnico de Beja e do CEBAL – Centro de Biotecnologia Agrícola e Agro-Alimentar do Alentejo.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 19/10/2018
Governo apoia projecto do zinco da Somincor
O Governo já aprovou a minuta do contrato fiscal de investimento a celebrar entre o Estado e a Somincor, proprietária das minas de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, no âmbito do projecto da empresa para a expansão da produção de zinco, avaliado em 256 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Resialentejo aprova
orçamento de 2019
A empresa intermunicipal Resialentejo aprovou no final da passada semana, em Assembleia Geral, o seu Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o próximo ano de 2019, que prevê uma despesa de 4,8 milhões de euros e uma receita de cinco milhões.
07h00 - sexta, 12/10/2018
CM Mértola com bom
desempenho financeiro
A Câmara de Mértola surge no 18º lugar no ranking global dos municípios de pequena dimensão no "Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2017", elaborado pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas.
07h00 - sexta, 28/09/2018
Fábrica das Fortes investe
1,2 milhões para reabrir
A empresa AZPO-Azeites de Portugal já investiu cerca de 1,2 milhões de euros na sua unidade industrial de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, no sentido de reabrir a tempo da nova campanha olivícola.
07h00 - terça, 25/09/2018
ACOS faz balanço
positivo de novo serviço
A ACOS-Associação de Agricultores do Sul faz um balanço positivo do primeiro ano de funcionamento do seu novo Serviço Comercial de Ovinos, que garantiu a comercialização para fora do país de mais de nove mil animais.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial