07h00 - quinta, 13/09/2018

Câmara de Castro Verde
reforça aposta na Educação

Câmara de Castro Verde reforça aposta na Educação

A Câmara Municipal de Castro Verde vai reforçar a sua aposta na área da Educação no ano lectivo de 2018-2019, que arranca nesta sexta-feira, 14 de Setembro, sector que o presidente da autarquia, António José Brito, define como "decisivo e estratégico para o futuro do concelho".
Nesse sentido, sublinha o autarca eleito pelo PS, a Câmara Municipal assume em termos globais, na área da Educação, "um investimento que representa cerca de 4,6% do seu orçamento anual, visando o reforço de uma aposta que se considera essencial para o fortalecimento da actividade lectiva e do sucesso escolar dos nossos alunos, mas também para a consolidação de um maior bem-estar e qualidade de vida das famílias do nosso concelho".
De acordo com António José Brito, em 2018-2019 haverá uma "aposta concreta" na Acção Social Escolar, com apoio directo, entre os escalões A e B, a 90 alunos de famílias carenciadas do concelho, tanto em auxílios económicos como na alimentação, material escolar e transportes.
"A par disso, asseguramos na totalidade o pagamento do transporte público em todos os escalões de ensino até ao 12º ano de escolaridade, num total de 214 alunos", frisa o edil castrense, observando que, nestes domínios, a Câmara Municipal assume, "durante este ano lectivo, um investimento na ordem dos 141 mil euros".
A este montante, continua Brito, juntam-se os valores assumidos pela autarquia "ao nível manutenção dos edifícios escolares e dos transportes municipais, seja para assegurar a actividade curricular diária ou para visitas de estudo – cerca de 15 mil quilómetros no último ano lectivo – e pessoal não docente".
O autarca frisa igualmente que, no que respeita ao quadro de auxiliares de acção educativa, "este é assegurado por 38 pessoas, sendo que um total de 32 são contratadas pela Câmara Municipal de Castro Verde e as restantes seis estão vinculadas ao Ministério da Educação".
Por fim, António José Brito destaca a atribuição de bolsas de estudo (que em 2017-2018 representou um montante de 23.160 euros) e a dinamização de transporte regular entre Castro Verde e a Funcheira para alunos do ensino superior, "bem como um conjunto de outras acções regulares de apoio e a inteira assunção de responsabilidades neste sector".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 18/09/2018
Protocolo entre
Câmara de Aljustrel
e Associação Dignitude
A Câmara de Aljustrel e a Associação Dignitude assinaram nesta segunda-feira, 17, um protocolo de colaboração tendo em vista a concretização do programa ABEM-Rede Solidária do Medicamento no concelho.
07h00 - terça, 18/09/2018
EMAS Beja alcança
os melhores resultados
dos últimos 10 anos
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja faz um balançao "extremamente positivo" dos trabalhos da intervenção global de substituição de ramais que decorre por todo o concelho de Beja desde o início de 2018.
07h00 - terça, 18/09/2018
Vestígios arqueológicos
encontrados em Ourique
As obras de requalificação do centro histórico de Ourique, promovidas pela autarquia local, revelaram um conjunto de importantes testemunhos patrimoniais reveladores da história da vila, da população e dos seus hábitos comunitários de outros tempos.
07h00 - segunda, 17/09/2018
CIMBAL apresenta contributos
ao Plano Nacional de Investimentos
A modernização e electrificação da linha ferroviária do Alentejo e a afirmação do aeroporto de Beja como a Lisboa e Faro são duas das propostas apresentadas pela CIMBAL para o Plano Nacional de Investimentos (PNI) 2030.
07h00 - segunda, 17/09/2018
CIMAL quer fundos da UE
para água e saneamento
Os presidentes das cinco câmaras que foram a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) reúnem nesta segunda-feira, 17 de Setembro, em Lisboa, com o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins.

Data: 14/09/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial