07h00 - quinta, 13/09/2018

Câmara de Castro Verde
reforça aposta na Educação

Câmara de Castro Verde reforça aposta na Educação

A Câmara Municipal de Castro Verde vai reforçar a sua aposta na área da Educação no ano lectivo de 2018-2019, que arranca nesta sexta-feira, 14 de Setembro, sector que o presidente da autarquia, António José Brito, define como "decisivo e estratégico para o futuro do concelho".
Nesse sentido, sublinha o autarca eleito pelo PS, a Câmara Municipal assume em termos globais, na área da Educação, "um investimento que representa cerca de 4,6% do seu orçamento anual, visando o reforço de uma aposta que se considera essencial para o fortalecimento da actividade lectiva e do sucesso escolar dos nossos alunos, mas também para a consolidação de um maior bem-estar e qualidade de vida das famílias do nosso concelho".
De acordo com António José Brito, em 2018-2019 haverá uma "aposta concreta" na Acção Social Escolar, com apoio directo, entre os escalões A e B, a 90 alunos de famílias carenciadas do concelho, tanto em auxílios económicos como na alimentação, material escolar e transportes.
"A par disso, asseguramos na totalidade o pagamento do transporte público em todos os escalões de ensino até ao 12º ano de escolaridade, num total de 214 alunos", frisa o edil castrense, observando que, nestes domínios, a Câmara Municipal assume, "durante este ano lectivo, um investimento na ordem dos 141 mil euros".
A este montante, continua Brito, juntam-se os valores assumidos pela autarquia "ao nível manutenção dos edifícios escolares e dos transportes municipais, seja para assegurar a actividade curricular diária ou para visitas de estudo – cerca de 15 mil quilómetros no último ano lectivo – e pessoal não docente".
O autarca frisa igualmente que, no que respeita ao quadro de auxiliares de acção educativa, "este é assegurado por 38 pessoas, sendo que um total de 32 são contratadas pela Câmara Municipal de Castro Verde e as restantes seis estão vinculadas ao Ministério da Educação".
Por fim, António José Brito destaca a atribuição de bolsas de estudo (que em 2017-2018 representou um montante de 23.160 euros) e a dinamização de transporte regular entre Castro Verde e a Funcheira para alunos do ensino superior, "bem como um conjunto de outras acções regulares de apoio e a inteira assunção de responsabilidades neste sector".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 18/11/2018
Região do Alentejo
tem novos "embaixadores"
Os cantores Sérgio Rosado e Nelson Rosado (que forma os Anjos) e os actores José Fidalgo, Sofia Ribeiro e Dalila Carmo são os novos "embaixadores" da região do Alentejo.
07h00 - domingo, 18/11/2018
Deputada do PSD
questiona Governo
A deputado do PSD eleita por Beja questionou o Governo sobre diversas matérias nesta semana, durante as audições aos ministros para discussão do Orçamento do Estado para 2019.
07h00 - sábado, 17/11/2018
ACOS reforça apoio
técnico a agricultores
Aconselhar, identificar e orientar os agricultores "na perspectiva da melhoria contínua de recursos e na protecção do ambiente" são os objectivos do novo serviço de apoio técnico da associação ACOS-Agricultores do Sul.
07h00 - sábado, 17/11/2018
PS assinala 20 anos
de poder em Odemira
A Concelhia de Odemira do Partido Socialista promove neste sábado, 17 de Novembro, ao fim da tarde, um jantar para assinalar duas décadas de gestão autárquica no concelho.
07h00 - sábado, 17/11/2018
Greve de 1918
debatida em Odemira
O centenário da greve nacional de 1918 é o mote do colóquio que a Associação GESTO-Grupo de Estudos do Território de Odemira promove neste sábado, 17, no auditório do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, em Odemira.

Data: 09/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial