09h00 - terça, 17/07/2018

CIMBAL exige melhores acessibilidades

CIMBAL exige melhores acessibilidades

A região necessita de melhores acessibilidades rodoviárias e ferroviária, a par da potenciação do aeroporto de Beja: são estas as reivindicações presentes na tomada de posição pública aprovada nesta segunda-feira, 16, pela Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL).
A tomada de posição foi aprovada por unanimidade pelo conselho intermunicipal da CIMBAL, que desta forma manifesta "publicamente o seu descontentamento sobre a forma como este território [do Baixo Alentejo] tem sido tratado pelos sucessivos governos".
Para a CIMBAL, "o dinamismo regional obriga a que as acessibilidades possam dar resposta às necessidades de deslocação de pessoas, bens e serviços", sendo que, no caso das acessibilidades rodoviárias, os municípios lembram que "há investimentos iniciados e não concluídos" e "promessas antigas, renovadas por cada governo, mas lamentavelmente incumpridas".
"A actividade económica, substancialmente intensificada mercê do regadio de Alqueva, exige uma rede viária com condições de circulação e não a de que dispomos actualmente, colocando em causa a segurança dos seus utilizadores", acrescenta a CIMBAL.
Na tomada de posição pública, os municípios afirmam ainda ser "ultrajante e até ofensivo o serviço disponível no troço [ferroviário] Beja-Casa Branca", considerando que a electrificação desta linha "é a única alternativa possível" para o distrito "dispor de um erviço ferroviário que ligue a região ao resto do país."
A CIMBAL lamenta ainda que o aeroporto de Beja continue "sem utilização condizente com a capacidade instalada", defendendo que esta infra-estrutura "seja integrada numa estratégia nacional, potenciando a sua utilização com carácter regular". "É imperativo construir uma estratégia concertada com o Governo, a região, a empresa concessionária e outras entidades responsáveis", acrescenta.
Tudo isto leva os municípios a concluir que "é necessário que a administração central possa ser um parceiro activo, assumindo as suas responsabilidades e competências". "O Governo pode contar connosco como parceiros privilegiados no desenvolvimento da nossa região, de forma a podermos contribuir para o todo nacional. Mas pode também contar connosco a reivindicar e a lutar por aquilo que qualquer cidadão deste país deve ter direito", remata a CIMBAL.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
10h13 - quinta, 18/04/2019
Novo equipamento de TAC no hospital de Beja
O novo equipamento de TAC (Tomografia Axial Computorizada) do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, entrou em funcionamento nesta quinta-feira, 18 de Abril, representando um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/04/2019
Cidade de Beja celebra
Dia dos Monumentos
A Câmara de Beja assinala nesta quinta-feira, 18 de Abril, o Dia dos Monumentos e Sítios com duas iniciativas no Moinho Grande, situado a poucos quilómetros da entrada da cidade por Ferreira do Alentejo.
07h00 - quinta, 18/04/2019
Escolas de Odemira
lideram na reciclagem
As escolas Básicas 2,3 Damião de Odemira (Odemira) e Básica nº1 de Sabóia lideram o ranking distrital finda a primeira fase da 11ª edição da "Geração Depositrão", iniciativa ambiental que visa a recolha de pilhas e de equipamentos eléctricos e electrónicos em fim de vida.
07h00 - quarta, 17/04/2019
Junta de Mértola
ensina a ler rótulos
A Casa das Artes Mário Elias, na vila de Mértola, recebe nesta quarta-feira, 17 de Abril, a partir das 21h00, a sessão "Como ler rótulos", promovida pela Junta de Freguesia local.
07h00 - quarta, 17/04/2019
CIMBAL aprova moção
sobre Notre Dame
A Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) aprovou na segunda-feira, 15, por unanimidade, uma moção onde manifesta "a sua profunda solidariedade" com França devido ao incêndio na catedral de Notre Dame, em Paris.

Data: 19/04/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial