00h00 - segunda, 09/07/2018

Hospital de Serpa alarga
prestação de cuidados

Hospital de Serpa alarga prestação de cuidados

As administrações regionais de saúde (ARS) do Alentejo e Algarve, a Misericórdia de Serpa, a União das Misericórdias de Portugal (UMP) e a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) assinaram na sexta-feira, 6, uma adenda ao acordo de cooperação para a prestação de mais cuidados de saúde no Hospital de São Paulo, em Serpa.
O acordo permite prestar "mais e melhores cuidados de saúde de proximidade" aos cidadãos, nomeadamente em áreas como consultas externas, cirurgias em regime de ambulatório, cirurgias em regime de internamento, atendimentos em situação de urgência e em meios complementares de diagnóstico e terapêutica.
É um acordo "muito importante", sublinhou ao "CA" a secretária de Estado da Saúde, que esteve presente na cerimónia de assinatura do protocolo.
"Este protocolo é um momento – mais do que uma assinatura – em que surge uma resposta a esta população do Alentejo e que vai também até ao Algarve. É um protocolo que permite, efectivamente, termos mais consultas em algumas áreas onde temos maiores dificuldades e maior lista de espera, que é o caso da Oftalmologia e da Urologia. E também vai permitir que esta população, em termos cirúrgicos, possa ter também uma maior resposta", adiantou Rosa Valente de Matos.
De acordo com os termos da adenda ao protocolo, os utentes do Serviço Nacional de Saúde inscritos na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, no Agrupamento de Centros de Saúde Alentejo Central e no Agrupamento de Centros de Saúde da ARS Algarve vão poder aceder em Serpa a consultas externas nas especialidades de Cardiologia, Dermatologia, Oftalmologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia e Urologia.
Cirurgias em regime de ambulatório nas especialidades referidas anteriormente, cirurgias em regime de internamento nas especialidades de Ortopedia, Otorrinolaringologia e Urologia e atendimentos em situação de urgência no Serviço de Urgência Avançado do Hospital de São Paulo são outros serviços disponibilizados pela Misericórdia de Serpa ao abrigo deste protocolo, assim como a disponibilização de meios complementares de diagnóstico e terapêutica das áreas da Cardiologia, da Otorrinolaringologia e da Radiologia.
Este acordo prevê que a gestão destas valências seja partilhada entre a Misericórdia de Serpa e a UMP. Está igualmente prevista a construção de um novo bloco operatório junto à Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Serpa, que custará entre dois a três milhões de euros e que deverá entrar em funcionamento no início de 2019.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 18/11/2018
1ª divisão distrital de
regresso neste domingo
Realiza-se neste domingo, 18 de Novembro, a quarta jornada do campeonato distrital da 1ª divisão, com a partida FC Castrense-Milfontes como "cabeça-de-cartaz".
07h00 - terça, 13/11/2018
Atletas de Castro
vencem no jiujitsu
A Associação Jiu-Jitsu Brasileiro de Castro Verde marcou presença na terceira edição da Copa Pinhal Novo de Jiujitsu, realizada no fim-de-semana, 10 e 11 de Novembro, regressando a casa com diversas medalhas, duas das quais de ouro.
07h00 - domingo, 11/11/2018
Nova tarde de
Taça de Honra
Em Dia de São Martinho, há muito futebol para ver neste domingo, 11 de Novembro, no distrito de Beja, com a realização da sexta jornada (a primeira da segunda volta) da Taça de Honra da 1ª divisão.
07h00 - sexta, 09/11/2018
"Ganhar a Taça é o
objectivo do Almodôvar"
O Desportivo de Almodôvar continua a alimentar o desejo de conquistar a Taça do Distrito de Beja, ambição reiterada pelo técnico Sandro Almeida em entrevista ao "CA" desta sexta-feira, 9 de Novembro.
07h00 - quarta, 07/11/2018
Jogos dos distritais
de Beja na Internet
A Associação de Futebol de Beja (AFB) assinou no final do passado mês de Outubro um protocolo com a empresa ESAG, responsável pela plataforma "Mycujoo", que permite a transmissão, gratuita, de jogos de futebol em directo na Internet.

Data: 09/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial