07h00 - quinta, 10/05/2018

"Ruralidade é segredo
da Feira de Garvão", diz
presidente da CM Ourique

"Ruralidade é segredo da Feira de Garvão", diz presidente da CM Ourique

Na véspera de arrancar mais uma edição da tradicional Feira de Garvão, o presidente da Câmara de Ourique, Marcelo Guerreiro, justifica ao "CA" o sucesso e a longevidade do certame com o facto deste manter intacta a sua "traça rural".

Qual a mais-valia da Feira de Garvão?
A Feira de Garvão é uma feira secular e a verdadeira feira do Mundo Rural. É uma feira que mantém todas as suas características tradicionais, aliadas àquilo que é a modernização da nossa agricultura e do potencial agrícola e rural. Preparamos e organizamos esta feira em parceria com a ACPA e aquilo que esperamos é que seja um grande momento para o Mundo Rural, para o concelho de Ourique e para Garvão, e que o Mundo Rural saia a ganhar.

De que forma conseguiu a Feira de Garvão afirmar-se pela tradição num tempo de modernidade?
A Feira de Garvão tem esta característica tradicional e rural, aliada àquilo que é a modernidade e os novos factores agrícolas e rurais. E o segredo desta feira está em manter toda esta ruralidade, que faz parte da nossa identidade enquanto baixo-alentejanos e enquanto território inserido no Mundo Rural. E que nós queremos continuar a valorizar e a trabalhar, porque não negamos esta nossa identidade e potencial.

Esta feira continua a ser local de negócios como no passado?
Sim, a Feira de Garvão era um local onde tradicionalmente havia a transacção de animais e ainda hoje continua a existir negócio e a encontrarem-se por lá os vários agentes ligados à agricultura e à pecuária. Isso é algo que está no ADN da Feira de Garvão e que é preciso continuar a salvaguardar, porque esta identidade e tradição que a feira tem nunca poderá ser perdida. E essa é também uma das nossas principais preocupações.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 19/10/2018
Governo apoia projecto do zinco da Somincor
O Governo já aprovou a minuta do contrato fiscal de investimento a celebrar entre o Estado e a Somincor, proprietária das minas de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, no âmbito do projecto da empresa para a expansão da produção de zinco, avaliado em 256 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Resialentejo aprova
orçamento de 2019
A empresa intermunicipal Resialentejo aprovou no final da passada semana, em Assembleia Geral, o seu Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o próximo ano de 2019, que prevê uma despesa de 4,8 milhões de euros e uma receita de cinco milhões.
07h00 - sexta, 12/10/2018
CM Mértola com bom
desempenho financeiro
A Câmara de Mértola surge no 18º lugar no ranking global dos municípios de pequena dimensão no "Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2017", elaborado pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas.
07h00 - sexta, 28/09/2018
Fábrica das Fortes investe
1,2 milhões para reabrir
A empresa AZPO-Azeites de Portugal já investiu cerca de 1,2 milhões de euros na sua unidade industrial de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, no sentido de reabrir a tempo da nova campanha olivícola.
07h00 - terça, 25/09/2018
ACOS faz balanço
positivo de novo serviço
A ACOS-Associação de Agricultores do Sul faz um balanço positivo do primeiro ano de funcionamento do seu novo Serviço Comercial de Ovinos, que garantiu a comercialização para fora do país de mais de nove mil animais.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial