07h00 - segunda, 23/04/2018

Plano intermunicipal
"em nome" da Igualdade

Plano intermunicipal "em nome" da Igualdade

Promover a igualdade de género e combater as discriminações em função do sexo ou orientação sexual são algumas das metas assumidas no novo Plano Intermunicipal para a Igualdade, que vai ser dinamizado até final de 2019 nos concelhos de Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Ferreira do Alentejo e Ourique. O novo plano é fruto do protocolo estabelecido entre as cinco autarquias e a Esdime, através do seu Gabinete de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica (VERA), representando um compromisso entre todos em nome da "igualdade de género, cidadania e não discriminação".
"Sendo que o objectivo do referido protocolo é o combate à violência de género, e que este tipo de violência tem na sua génese a desigualdade de poder entre homens e mulheres, facilmente se entenderá o papel preventivo que a execução deste plano poderá ter através da promoção da igualdade entre homens e mulheres, factor de maior protecção face ao risco de violência doméstica e de género", resume ao "CA" a psicóloga Marina Brito, coordenadora do Gabinete VERA.
De acordo com esta responsável, o novo plano pretende reforçar "as políticas de igualdade nas políticas públicas" destes cinco municípios e a sua dimensão supramunicipal acaba por trazer "vantagens ao território".
"Nomeadamente na rentabilização de recursos humanos e financeiros, na adopção de uma linguagem comum num território mais abrangente que o próprio concelho, na motivação inter-pares de todas as pessoas envolvidas na sua construção e implementação, e no reforço do compromisso dos vários municípios com a área da Igualdade de Género", observa Marina Brito.
Nesse sentido, o novo plano, que conta com a parceria da GNR e de diversas entidades locais, assenta em três eixos temáticos: Desporto, Educação e Cultura. No primeiro, o objectivo é "desmistificar os preconceitos de género associados à prática desportiva" e "sensibilizar dirigentes/ executivos camarários e chefias para a Igualdade de Género", enquanto o segundo visa "sensibilizar a comunidade escolar para a importância da Igualdade de Género". A aposta na Cultura pretende igualmente "sensibilizar" a comunidade para estas questões.
Até final de 2019 o plano inclui a realização de workshops, a dinamização nas escolas de um concurso intermunicipal de postais e de vídeos sobre Igualdade de Género, a criação de peças de teatro itinerantes ou a promoção de ciclo de cinema sobre o tema, entre outras acções. E a 30 de Setembro de 2018 assinalar-se-á o Dia Intermunicipal para a Igualdade através da realização de um "mega-dia desportivo intermunicípios".
"Sendo que esta é a primeira vez que estes cinco municípios se organizam para a execução de acções iguais nos vários concelhos, a principal meta será a realização de todas as acções previstas em todos os concelhos. Pode parecer uma meta pouco ambiciosa, contudo conjugar todas as agendas que envolvem não só as dos próprios municípios mas também as das entidades parceiras, exige um esforço acrescido", afirma Marina Brito. "No final do plano ir-se-á proceder a uma avaliação do mesmo", acrescenta.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 27/05/2020
Câmara de Beja assegura
transporte de alunos das freguesias
A Câmara de Beja vai garantir o transporte gratuito dos alunos dos 11º e 12º anos das freguesias rurais onde habitam até à cidade (e vice-versa), para que possam assistir às aulas presenciais até final do presente ano lectivo.
07h00 - quarta, 27/05/2020
Homem mata
colega de casa com
faca em Beja
A PSP de Beja deteve nesta terça-feira, 26, um homem, de 59 anos, pela suspeita da prática do crime de homicídio de um outro homem, de 63 anos, com quem vivia numa habitação na cidade.
07h00 - quarta, 27/05/2020
PCP e BE pedem
audições sobre
fábrica das Fortes
Os grupos parlamentares do PCP e do Bloco do Esquerda (BE) apresentaram na Assembleia da República pedidos de audição parlamentar sobre a poluição que afecta a aldeia de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, devido à fábrica de bagaço de azeitona da AZPO.
07h00 - terça, 26/05/2020
Alentejo 2020 tem a maior
taxa de compromisso nacional
O Alentejo 2020 fechou o ano de 2019 com uma taxa de execução financeira na ordem dos 27%, a maior entre todos os programas operacionais regionais de Portugal.
07h00 - terça, 26/05/2020
Freguesia de S. Luís
com falta de médicos
A Junta de Freguesia de São Luís, no concelho de Odemira, está indignada pela falta de profissionais de saúde na Extensão de Saúde local, sendo que de momento a freguesia não conta com médico, enfermeiros ou sequer serviços administrativos.

Data: 15/05/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial