07h00 - quinta, 12/04/2018

Orçamento Participativo
de regresso em Odemira

Orçamento Participativo de regresso em Odemira

A participação aberta a maiores de 14 anos e votação por mensagem de telemóvel (SMS) são as duas grandes novidades da edição de 2018 do "Orçamento Participativo" (OP) de Odemira, projecto dinamizado desde 2011 pela Câmara Municipal local para promover a cidadania e a participação pública.
Até final do mês de Junho decorre a fase de apresentação de propostas, sendo que em Abril estas podem ser feitas através da página online dedicada ao OP (em www.op.cm-odemira.pt), no Balcão Único e nos BU´s KIOSK de Colos, Sabóia, São Teotónio e Vila Nova de Milfontes.
Durante os meses de Maio e Junho os interessados poderão apresentar propostas de investimento municipal para as suas terras durante os "Encontros de Participação", que terão lugar em cada uma das 13 freguesias.
Este ano a participação no OP de Odemira é aberta a maiores de 14 anos, no sentido de realçar "a importância e contributo dos jovens para o desenvolvimento do território". A Câmara de Odemira volta a disponibilizar um orçamento de 500 mil euros para a concretização das propostas mais votadas, divididos em 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias com população inferior a 1.500 habitantes e os outros 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias  com população superior a 1.500 habitantes.
Cada cidadão pode apresentar uma proposta, cujo valor não exceda os 125 mil euros, que incida nas áreas de competência do Município e seja de interesse colectivo, nomeadamente em matéria de Urbanismo, Espaço Público e Espaços Verdes, Protecção Ambiental e Energia, Saneamento e Higiene Urbana, Infra-estruturas Viárias, Trânsito e Mobilidade, Turismo, Comércio e Promoção Económica, Educação e Juventude, Desporto, Ação Social, Cultura e Modernização Administrativa.
Depois de validadas, as propostas serão votadas durante o mês de Novembro, sendo que este ano também será possível fazê-lo através de SMS, "um mecanismo de proximidade e que pretende contribuir para uma maior participação", adianta ao "CA" fonte da autarquia.
Em simultâneo com o OP Municipal, decorre igualmente o OP das Freguesias, o que faz de Odemira um concelho "100% OP".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 22/02/2019
"PSD tem que sair
da Praça da República"
O empresário Gonçalo Valente, 38 anos, é o novo presidente da Distrital de Beja do PSD e em entrevista ao "CA" revela as prioridades dos sociais-democratas da região para os próximos dois anos.
07h00 - sexta, 22/02/2019
Resialentejo recolhe
tampas de plástico
A empresa intermunicipal Resialentejo, que opera em oito concelhos do distrito de Beja, estabeleceu um protocolo com a "Coração Delta", do Grupo Nabeiro, para a dinamização do projecto "Dê Uma Tampa".
07h00 - sexta, 22/02/2019
Odemira eleita na Rede
das Cidades Educadoras
A Câmara de Odemira foi reeleita, pela terceira vez, para a comissão coordenadora da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadores, que é constituída por 74 municípios de Norte a Sul do país.
07h00 - quinta, 21/02/2019
EMAS Beja
melhora gestão de
águas residuais
Colocar a cidade de Beja "como uma referência" ao nível do tratamento de águas residuais urbanas é o grande objectivo da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja, que vai implementar em 2019 um plano operacional estratégico para alcançar "uma melhoria significativa" na gestão das redes de águas residuais do concelho.
07h00 - quinta, 21/02/2019
PS de Beja elogia
passagem do Museu
Regional para a DRCA
A Concelhia de Beja do PS elogia a transferência do Museu Regional para a tutela da Direcção Regional de Cultura do Alentejo (DRCA), considerando que esta "potenciará Beja e o seu património junto de um público muito mais alargado".

Data: 22/02/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial