00h00 - sexta, 09/03/2018

Presidente do PS Baixo Alentejo
quer voltar a ter dois deputados

Presidente do PS Baixo Alentejo quer voltar a ter dois deputados

O novo mandato de Pedro do Carmo na liderança do PS do Baixo Alentejo ficará marcado pela realização de eleições Legislativas. O grande objectivo da Federação será, sublinha Pedro do Carmo, voltar a ter dois deputados eleitos.

Neste mandato como presidente da FBA apanhará eleições Legislativas. Há condições para o PS voltar a ter dois deputados por Beja?
As condições nunca estão reunidas e nunca são óptimas. O nosso empenhamento é que é sempre determinante nessa situação. Como deve calcular, acho que o PS tem espaço para crescer a nível autárquico e a nível legislativo. E estes dois anos do meu mandato serão, numa primeira fase, de grande empenhamento, força, trabalho e dedicação para efectivamente aumentarmos a nossa votação e conseguirmos dois deputados para a região. Mas também quero começar já a preparar as próximas eleições Autárquicas, para que também a nível autárquico o PS possa crescer.

Nesse cenário hipotético de dois deputados do PS, um será o Pedro do Carmo?
A decisão não está em cima da mesa e a seu tempo se verá. Mas o que posso deixar como garantia é que quando estou – e os baixo-alentejanos sabem isso – empenho-me com todas as minhas forças e com toda a minha dedicação. Do que não posso ser acusado é de nestes dois anos ter sido um deputado que passou despercebido à região, aos autarcas e às instituições.

Como tem sido esta experiência como deputado?
Muito positiva! Para quem foi tantos anos autarca como eu fui, a realidade é completamente diferente. Mas tenho o privilégio e a honra de estar no Parlamento quando este é local de decisão política, pois nem sempre assim tem sido. Toda a gestão diária é muito motivante para quem gosta de política. E depois sinto que sou muito útil à região, o que também me dá muita motivação. Sou o único deputado eleito na região pelo partido que suporta o Governo e não havendo uma estrutura intermédia – como era o governador civil –, sinto que faço muitas vezes esse papel de levar os problemas, de trazer as soluções, de pressionar, de chamar a atenção… E isso também é muito motivador!


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 22/02/2019
"PSD tem que sair
da Praça da República"
O empresário Gonçalo Valente, 38 anos, é o novo presidente da Distrital de Beja do PSD e em entrevista ao "CA" revela as prioridades dos sociais-democratas da região para os próximos dois anos.
07h00 - sexta, 22/02/2019
Resialentejo recolhe
tampas de plástico
A empresa intermunicipal Resialentejo, que opera em oito concelhos do distrito de Beja, estabeleceu um protocolo com a "Coração Delta", do Grupo Nabeiro, para a dinamização do projecto "Dê Uma Tampa".
07h00 - sexta, 22/02/2019
Odemira eleita na Rede
das Cidades Educadoras
A Câmara de Odemira foi reeleita, pela terceira vez, para a comissão coordenadora da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadores, que é constituída por 74 municípios de Norte a Sul do país.
07h00 - quinta, 21/02/2019
EMAS Beja
melhora gestão de
águas residuais
Colocar a cidade de Beja "como uma referência" ao nível do tratamento de águas residuais urbanas é o grande objectivo da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja, que vai implementar em 2019 um plano operacional estratégico para alcançar "uma melhoria significativa" na gestão das redes de águas residuais do concelho.
07h00 - quinta, 21/02/2019
PS de Beja elogia
passagem do Museu
Regional para a DRCA
A Concelhia de Beja do PS elogia a transferência do Museu Regional para a tutela da Direcção Regional de Cultura do Alentejo (DRCA), considerando que esta "potenciará Beja e o seu património junto de um público muito mais alargado".

Data: 22/02/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial