11h08 - quinta, 08/02/2018

Trabalhadores da Somincor vão "continuar luta"

Trabalhadores da Somincor vão "continuar luta"

Os trabalhadores da Somincor vão esperar até 5 de Março para que a administração da empresa mineira de Castro Verde vá de encontro às suas reivindicações. Se tal não suceder, "vão continuar a lutar" e haverá nova greve em Neves-Corvo nos dias 5, 7 e 9 de Março. Esta foi a posição assumida pelos trabalhadores durante os quatro plenários promovidos entre esta quarta e quinta-feira, 7 e 8 de Fevereiro, pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM).
Em declarações ao "CA", o sindicalista Jacinto Anacleto explica que, no caso dos trabalhadores do fundo da mina, o horário proposto pela administração da empresa (quatro dias de trabalho de 10h42 cada, seguidos de quatro dias de descanso) continua a não merecer consenso entre os mineiros, além de o aumento mensal oferecido pela empresa (35 euros) "ficar muito aquém" do esperado.
Por oposição, Jacinto Anacleto adianta que todos os mineiros estão disponíveis para fazer um horário de seis dias de trabalho consecutivos (de sete horas e meia cada) seguidos de quatro dias de descanso, já proposto pelo STIM à empresa. "Este é um horário que vai de encontro ao que a empresa pretende", sublinha o dirigente sindical.
Já relativamente às lavarias e áreas adstritas, os trabalhadores não abdicam das suas reivindicações, nomeadamente a questão da antecipação da idade da reforma.
Trabalhadores e STIM vão agora aguardar por uma resposta da empresa até 5 de Março, esperando que a administração da Somincor vá de encontro às suas reivindicações. "Queremos a empresa volte a ter paz social", afirma Jacinto Anacleto.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 15/06/2018
Cimeira de Negócios
da CPLP em Beja
Captar novos investimentos para a região e abrir "novas portas" aos empresários do Baixo Alentejo são as metas da Cimeira de Negócios que a União de Exportadores (UE) da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) promove nesta sexta-feira e sábado, 15 e 16 de Junho, na cidade de Beja.
07h00 - sexta, 15/06/2018
IAPMEI ordena fecho
de fábrica das Fortes
O conselho directivo do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas Industriais (IAPMEI) já ordenou a suspensão, por seis meses, da actividade da fábrica de bagaço de azeitona na aldeia de Fortes (Ferreira do Alentejo).
07h00 - quarta, 13/06/2018
PS quer valorização
do aeroporto de Beja
A Federação do Baixo Alentejo (FBA) do Partido Socialista defende que o aeroporto de Beja é um "importante activo" da região, "que deve ser valorizado e promovido".
07h00 - terça, 12/06/2018
Caixa Geral de Depósitos
pretende fechar balcão de Colos
A Caixa Geral de Depósitos (CGD) deverá encerrar no início de Julho o seu balcão na vila de Colos, no concelho de Odemira, medida que está já a ser bastante contestada pela população local e pelas concelhias do PS e do Bloco de Esquerda.
07h00 - segunda, 11/06/2018
Beja recebe o primeiro
de três voos turísticos
Os operadores turísticos Soltour e Jolidey, em parceria com a companhia aérea Air Horizont, promovem nesta segunda-feira, 11 de Junho, o primeiro de três voos turísticos entre Beja e Tenerife (Espanha).

Data: 15/06/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial