07h00 - terça, 06/02/2018

Administração da ULSBA reconhece dificuldades

Administração da ULSBA reconhece dificuldades

A administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) reconhece que existem dificuldades "em várias especialidades médicas" e constrangimentos "em atrair e fixar novos profissionais médicos na região", mas garante que tudo continuará a fazer "para encontrar soluções concretas para os problemas já conhecidos".
Esta é a posição da ULSBA após o manifesto público subscrito por 12 directores de Serviço do Hospital José Joaquim Fernandes, revelado na segunda-feira, 5.
A administração da ULSBA acrescenta ainda que "existe uma preocupação constante, aliada a um forte sentido de missão, no que respeita à prestação de cuidados assistenciais de qualidade à população da área de abrangência" da instituição.
"E esta preocupação maior traduz-se na certeza de que estaremos sempre disponíveis para, todos juntos, discutirmos problemas, definirmos estratégias e encontrarmos as melhores soluções", sublinha.
Entretanto, a deputada do PSD eleita por Beja questionou no Parlamento o ministro da Saúde sobre os tempos médios de resposta para primeiras consultas de especialidade no Hospital José Joaquim Fernandes, considerando que estes ultrapassam os tempos máximos de resposta garantida (TMRG).
"Esta é uma situação absolutamente inaceitável e que responsabiliza particularmente o Governo, bem como os partidos políticos que o apoiam, tanto mais que, há já dois anos, o ministro da Saúde se comprometeu publicamente, perante a Assembleia da República, a reduzir substancialmente os TMRG nas consultas hospitalares realizadas no âmbito do SNS", refere Nilza de Sena.
Nesse sentido, a deputada do PSD exige "que o Governo adopte sem mais demora as medidas que se impõem para inverter esta crescente degradação das condições de acesso dos doentes aos cuidados de saúde no SNS".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 21/10/2018
Resialentejo promove
igualdade de género
A empresa intermunicipal Resialentejo adjudicou a uma empresa da região a elaboração do Plano para a Igualdade, para ir de encontro à Lei 62/2017, que prevê a representação equilibrada de mulheres e homens na administração de empresas públicas ou cotadas em bolsa.
07h00 - domingo, 21/10/2018
Líder do BE na
Feira de Castro
A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, vai estar neste domingo, 21 de Outubro, em Castro Verde, onde reunirá com os militantes locais e irá visitar a tradicional Feira de Castro, que se realiza neste fim-de-semana.
07h00 - sexta, 19/10/2018
Câmara de Beja vence
prémio de voluntariado
A Câmara Municipal de Beja venceu o prémio "Boas Práticas de Voluntariado", atribuído pela Delegação Regional do Alentejo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).
07h00 - sexta, 19/10/2018
Mértola apresenta filme
"Guadiana Selvagem"
A Câmara de Mértola promove nesta sexta-feira, 19, no cine-teatro Marques Duque, a apresentação ao público do documentário "Guadiana Selvagem", realizado por Daniel Pinheiro no Parque Natura do Vale do Guadiana.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Turma de Beja
sem sete professores
Os 26 alunos de uma turma do sétimo ano da Escola Básica de Santa Maria, em Beja, estão sem professor em sete das 15 disciplinas que constituem a sua matriz curricular desde o início do presente ano lectivo, devido à inexistência de docentes colocados.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial