17h24 - quinta, 18/01/2018

Neves-Corvo: Construções do projecto de expansão do zinco adiadas

Neves-Corvo: Construções do projecto de expansão do zinco adiadas

A Somincor decidiu adiar as construções do projecto de expansão do zinco (ZEP) à superfície em Neves-Corvo até que se verifique "a estabilidade total da operação" na mina situada no concelho de Castro Verde, adiantou ao "CA" fonte oficial da empresa.
Em comunicado, a empresa mineira justifica a decisão com "as perturbações laborais ocorridas no último trimestre de 2017 e a possibilidade de ocorrência de novas greves no primeiro trimestre de 2018".
"É crítico garantir a competitividade a longo prazo da mina de Neves-Corvo e que os projectos decorram de forma eficiente, de forma a atingir os retornos esperados do investimento", sublinha a Somincor, sublinhando que o ZEP, avaliado em 260 milhões de euros, "é um investimento de grande importância e relevância para a Lundin Mining Corporation" e com "um elevado impacto para os stakeholders da Somincor em Portugal e no estrangeiro".
A empresa mineira acrescenta que o ZEP "constitui o maior investimento na Somincor desde que iniciou a sua produção", há mais de 25 anos, sendo que o seu sucesso representará "também a sustentabilidade futura das comunidades e da região do Baixo Alentejo".
"Porém, para que o investimento continue e represente um futuro de sucesso, longo e sustentável para os colaboradores da Somincor e para os empreiteiros gestores deste projecto, a Lundin Mining Corporation necessita de estabilidade na operação no seu todo e de relações laborais igualmente estáveis e que permitam a continuidade do projecto sem quaisquer atrasos", argumenta a empresa concessionária de Neves-Corvo.
A Somincor garante igualmente ser sua intenção continuar "a investir em projectos de prospecção e de desenvolvimento", no sentido de descobrir novos depósitos de minério "que possam vir a representar uma extensão da actual vida da mina de Neves-Corvo (2029)".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 22/03/2019
Presidente da CM Ourique: "Fileira contribui muito
para a economia local"
No dia em que arranca mais uma edição da Feira do Porco Alentejano, o presidente da Câmara Municipal de Ourique, Marcelo Guerreiro, reconhece em entrevista ao "CA" a importância do sector para a economia do concelho.
07h00 - sexta, 22/03/2019
Porco Alentejano é "rei" em Ourique no fim-de-semana
Neste fim-de-semana todos os caminhos vão dar a Ourique! Seja pelos sabores alentejanos, pelos stands de artesanato e outros produtos ou pela animação musical, serão milhares os visitantes que vão passar pela vila entre esta sexta-feira e domingo, 22 a 24 de Março, e participar em mais uma edição da Feira do Porco Alentejano.
07h00 - quinta, 21/03/2019
Deputado do PS defende agricultura alentejana na UE
O deputado do PS eleito por Beja defende a necessidade de haver respostas para os pequenos agricultores e para os territórios de baixa densidade, como o Baixo Alentejo, onde culturas e produções de pequena escala para o contexto europeu são de grande relevância local.
07h00 - quinta, 21/03/2019
Fórum Social na vila de Mértola
O cine-teatro Marques Duque, em Mértola, recebe nesta quinta-feira, 21, o Fórum Social do concelho, que juntará os parceiros da rede social e profissionais da área e dará a conhecer várias experiências de outras regiões do país na área.
07h00 - quinta, 21/03/2019
Teatro amador no
palco em Odemira
A peça "O perfume de Gardénia", do Grupo de Teatro do Mira, abre nesta quinta-feira, 21 de Março, mais uma edição do Festival de Teatro Amador de Odemira, promovido pela Câmara Municipal local para os grupos de teatro do concelho apresentarem as suas novas produções.

Data: 22/03/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial