00h00 - terça, 16/01/2018

Marcelo: "Devolvemos o
orgulho aos ouriquenses"

Marcelo: "Devolvemos o orgulho aos ouriquenses"

Marcelo Guerreiro continua a ser o presidente de câmara mais novo em Portugal. Uma responsabilidade que assume com a vontade de trabalhar "em prol dos ouriquenses e do concelho".

Depois das eleições Autárquicas 2017 continua a ser o presidente de câmara mais novo de Portugal. Isso traz-lhe algum tipo de responsabilidade acrescida?
É um motivo de orgulho, também um motivo de responsabilidade. Mas o peso da responsabilidade não tem que ver com a idade que tenho actualmente, mas sim com o peso da responsabilidade que é exercer o cargo de presidente da Câmara Municipal de Ourique. Porque independentemente da idade, essa responsabilidade está inerente àquilo que é o cargo. E se em vez de 27 tivesse 47 anos e exercesse estas funções pela primeira vez, sentiria o mesmo peso da responsabilidade e as mesmas dificuldades que sinto com 27 anos.

A 1 de Outubro de 2017 o PS obteve uma vitória expressiva em Ourique e manteve os quatro eleitos no executivo, contra apenas um do PSD. Era o resultado que esperava?
Trabalhamos sempre com o objectivo de fazer sempre o melhor que pudermos e que esteja ao nosso alcance em prol dos ouriquenses e do concelho. Temos um trabalho desenvolvido ao longo dos últimos 12 anos e foi esse trabalho que foi avaliado no passado dia 1 de Outubro. E nesse dia de avaliação por parte dos ouriquenses, o resultado foi claramente expressivo. Propusemo-nos a esta eleição com um claro sentido de responsabilidade, mas também com uma grande vontade e ambição de trabalhar para o futuro do concelho de Ourique. E os ouriquenses atribuíram-nos uma vitória muito expressiva, mas que não nos deixa deslumbrados. Deixa-nos sim com um enorme sentido de responsabilidade, maior ainda devido a tamanha vitória.

Depois de ter sido um "bastião" do PSD, pode-se dizer que o concelho é agora uma "bastião" socialista. O que mudou?
Ourique não é um "bastião" do PS, mas sim um "bastião" dos ouriquenses. O nosso partido é Ourique, é a nossa terra. Não negamos que somos eleitos pelo PS e não escondo que sou militante do PS por convicção e com muito orgulho. Mas o mais importante é Ourique e os ouriquenses! E o trabalho que temos desenvolvido ao longo dos anos tem sido com base nesse princípio: colocar Ourique e os ouriquenses à frente de qualquer interesse político-partidário.

A recuperação da imagem de credibilidade ao Município é a grande vitória do PS?
Ourique não era, efectivamente, conhecido pelos melhores motivos e uma das grandes vitórias foi devolver o orgulho aos ouriquenses. E isso tem sido feito com enorme sentido de responsabilidade, com um trabalho próximo e em prol da população. Essa é sem dúvida uma das grandes vitórias obtidas ao longo destes três – agora quatro – mandatos em que o PS está à frente da Câmara Municipal de Ourique.

Qual é, neste momento, o quadro financeiro da autarquia?
Ourique tem hoje uma situação financeira bem diferente daquela que tinha em 2005! Ainda temos uma situação financeira que não é fácil, apesar de gerível, mas que nos dificulta o nosso trabalho e que ainda não nos permite avançar ao ritmo que ambicionamos. Mas mantemos esta prioridade de ter as contas da Câmara Municipal equilibradas e não queremos – nem vamos – embarcar em aventuras para as quais a Câmara Municipal não tenha possibilidades de concretizar com a devida saúde financeira. Mas esperamos no final do mandato ter a situação financeira da Câmara Municipal totalmente estabilizada, para desta forma responsável agarrar novos projectos e agarrar o futuro.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 19/10/2018
Câmara de Beja vence
prémio de voluntariado
A Câmara Municipal de Beja venceu o prémio "Boas Práticas de Voluntariado", atribuído pela Delegação Regional do Alentejo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).
07h00 - sexta, 19/10/2018
Mértola apresenta filme
"Guadiana Selvagem"
A Câmara de Mértola promove nesta sexta-feira, 19, no cine-teatro Marques Duque, a apresentação ao público do documentário "Guadiana Selvagem", realizado por Daniel Pinheiro no Parque Natura do Vale do Guadiana.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Turma de Beja
sem sete professores
Os 26 alunos de uma turma do sétimo ano da Escola Básica de Santa Maria, em Beja, estão sem professor em sete das 15 disciplinas que constituem a sua matriz curricular desde o início do presente ano lectivo, devido à inexistência de docentes colocados.
07h00 - quinta, 18/10/2018
OP de Odemira com 20
projectos pré-aprovados
A Câmara de Odemira já concluiu a fase de análise técnica das propostas apresentadas para o "Orçamento Participativo 2018" (OP), tendo sido aprovados provisoriamente um total de 20 projectos.
07h01 - quarta, 17/10/2018
PSP chega a todo
o distrito de Beja
Proporcionar um atendimento regular nos concelhos que não dispõem de estruturas fixas da PSP é o grande objectivo do projecto que esta força de segurança e a Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) começaram a dinamizar no início deste mês de Outubro.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial