00h00 - segunda, 25/12/2017

Licores LCPS recebem
prémios internacionais

Licores LCPS recebem prémios internacionais

Dois licores da LCPS, empresa de Luís Peres de Sousa que produz aguardente de uva de mesa sem grainha na Vidigueira, foram distinguidos recentemente em concursos internacionais.
O licor "LPS Parra Verde Brandy" conquistou a medalha de prata no "San Francisco World Spirits Competition", realizado naquela cidade dos EUA. O "LPS Parra Bordeaux" conquistou igualmente a medalha de prata, mas na "Prodexpo Spirits Competition 2017".
De acordo com a empresa vidigueirense, os resultados positivos obtidos nestas duas competições internacionais permitem "continuar a trabalhar no sentido de elevar a qualidade das LPS e entrar no mercado muito competitivo das bebidas espirituosas, tanto no mercado nacional como internacional".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
17h24 - quinta, 18/01/2018
Neves-Corvo: Construções do projecto de expansão do zinco adiadas
A Somincor decidiu adiar as construções do projecto de expansão do zinco (ZEP) à superfície em Neves-Corvo até que se verifique "a estabilidade total da operação" na mina situada no concelho de Castro Verde, adiantou ao "CA" fonte oficial da empresa.
07h00 - terça, 16/01/2018
Trabalhadores da Somincor esperam nova proposta
Os trabalhadores da Somincor vão esperar que a administração da empresa apresente uma nova proposta para fazer face às suas reivindicações até ao próximo dia 29 de Janeiro.
00h00 - segunda, 15/01/2018
Crise em 26,8% das
farmácias de Beja
Um total de 26,8% das farmácias do distrito de Beja encontram-se em situação de penhora e insolvência, adianta ao "CA" fonte oficial da Associação Nacional de Farmácias (ANF).
00h00 - domingo, 14/01/2018
EMAS Beja com mudanças na estrutura
O conselho de administração da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja, presidido por Luís Miranda, aprovou esta semana alterações à macro-estrutura da instituição.
00h00 - sexta, 12/01/2018
EMAS Beja com situação financeira delicada
Logo após entrar em funções, a nova administração da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja teve de liquidar um empréstimo de curto-prazo no valor de 200 mil euros.

Data: 12/01/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial