12h18 - sexta, 22/12/2017

"Adesão de 7%" à greve, adianta Somincor

"Adesão de 7%" à greve, adianta Somincor

A adesão à greve nesta sexta-feira, 22, por parte dos trabalhadores da Somincor rondou, até às 11h30, apenas 7%, adianta ao "CA" fonte oficial da empresa concessionária das minas de Neves-Corvo.
A paralisação arrancou às 6h00 e prolonga-se até às 6h00 de sábado, 23, e em comunicado enviado ao "CA" a empresa mineira refere que "apesar da baixa adesão", os colaboradores do horário normal que pretenderam trabalhar "tiveram de esperar em fila de trânsito, em média, duas horas para aceder às instalações".
"A empresa está empenhada em tentar reverter o que considera uma situação inconstitucional", acrescenta a Somincor, que reitera estar decepcionada com o facto de o STIM "ter optado por uma acção de greve, apesar das recentes e profícuas negociações, durante as quais foi alcançada uma 'Posição de Princípio' relativamente a novos turnos para trabalhadores do fundo da mina".
A Somincor acrescenta ainda que "dado o tempo necessário para iniciar ou terminar a actividade das lavarias", a decisão do STIM de intercalar três dias de greve com dias de trabalho normais durante o período de Natal significa que a empresa será efectivamente forçada "a parar a produção durante seis dias".
"Por esta razão, consideramos esta greve mal-intencionada e ilegal", sublinha a empresa mineira, garantindo que a sua prioridade durante este período "é assegurar que qualquer pessoa que queira trabalhar possa fazê-lo de forma segura e com o mínimo de perturbações".


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 19/10/2018
Governo apoia projecto do zinco da Somincor
O Governo já aprovou a minuta do contrato fiscal de investimento a celebrar entre o Estado e a Somincor, proprietária das minas de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, no âmbito do projecto da empresa para a expansão da produção de zinco, avaliado em 256 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Resialentejo aprova
orçamento de 2019
A empresa intermunicipal Resialentejo aprovou no final da passada semana, em Assembleia Geral, o seu Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o próximo ano de 2019, que prevê uma despesa de 4,8 milhões de euros e uma receita de cinco milhões.
07h00 - sexta, 12/10/2018
CM Mértola com bom
desempenho financeiro
A Câmara de Mértola surge no 18º lugar no ranking global dos municípios de pequena dimensão no "Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2017", elaborado pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas.
07h00 - sexta, 28/09/2018
Fábrica das Fortes investe
1,2 milhões para reabrir
A empresa AZPO-Azeites de Portugal já investiu cerca de 1,2 milhões de euros na sua unidade industrial de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, no sentido de reabrir a tempo da nova campanha olivícola.
07h00 - terça, 25/09/2018
ACOS faz balanço
positivo de novo serviço
A ACOS-Associação de Agricultores do Sul faz um balanço positivo do primeiro ano de funcionamento do seu novo Serviço Comercial de Ovinos, que garantiu a comercialização para fora do país de mais de nove mil animais.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial