06h00 - quarta, 22/11/2017

Quatro dias de greve
nas minas de Aljustrel

Quatro dias de greve nas minas de Aljustrel

Os trabalhadores das minas de Aljustrel iniciam nesta quarta-feira, 22 de Novembro, uma greve de quatro dias que se prolonga até às 8h30 de domingo, 26. A paralisação abrange os trabalhadores das empresas Almina, Empresa de Perfuração e Desenvolvimento Mineiro (EPDM) e Urmáquinas. De acordo com o STIM, a greve em Aljustrel tem como objectivos "a melhoria dos salários e demais matérias de expressão pecuniária", a "melhoria das condições de saúde e segurança no trabalho" e a "humanização dos horários de trabalho na lavaria".
A "normalização das relações de trabalho na empresa, contra a repressão sobre os trabalhadores" e a defesa do "direito à negociação e pelo reconhecimento do sindicato representativo dos trabalhadores" são outros dos motivos que sustentam o pré-aviso de greve nas minas de Aljustrel.
"Os trabalhadores chegaram ao seu limite e querem mostrar a sua indignação", sublinha ao "CA" Luís Cavaco, coordenador da Direcção do STIM e membro do Secretariado da Direcção Nacional da Fiequimetal.
De acordo com este responsável, o STIM pretende sentar-se "à mesa" com a administração das minas de Aljustrel, para que esta "sinta que os trabalhadores estão completamente insatisfeitos".
Neste primeiro dia de greve dos trabalhadores das minas de Aljustrel o PCP irá marcar presença no local com uma delegação, onde estará o deputado europeu João Pimenta Lopes.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - segunda, 28/05/2018
Câmara de Beja investe
no apoio às empresas
A Câmara de Beja quer estar "na primeira linha de apoio aos empresários" e por isso, a par da recente abertura do Espaço Empresa, pretende avançar com a expansão da zona industrial, projecto avaliado em cerca de dois milhões de euros.
07h00 - terça, 22/05/2018
ACT confirma
"repressão" na Somincor
A inspectora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) confirmou na passada semana, no Parlamento, que houve "repressão, assédio e violação dos direitos" dos trabalhadores da Somincor.
07h00 - quinta, 17/05/2018
Prospecção de petróleo na costa vai avançar
O consórcio formado pelas petrolíferas ENI (Itália) e GALP (Portugal) deverá avançar com os trabalhos de prospecção de petróleo ao largo da costa alentejana no próximo mês de Setembro, depois de ter sido dispensado de apresentar uma avaliação de impacto ambiental (AIA) pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).
07h00 - terça, 15/05/2018
Espaço Empresa
inaugurado em Beja
A Câmara de Beja inaugura nesta terça-feira, 15, pelas 10h00, o seu novo "Espaço Empresa", numa cerimónia que contará com a presença do ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.
07h00 - segunda, 14/05/2018
Somincor promove
sessões de esclarecimento
Apresentar a sua visão sobre a actividade e os novos projectos em marcha no seio da mina de Neves-Corvo são os principais objectivos das sessões de esclarecimento que a Somincor vai promover a partir desta segunda-feira, 14, nos cinco concelhos onde tem mais influência.

Data: 18/05/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial