00h00 - sexta, 10/11/2017

Mineiros de Aljustrel
avançam para greve

Mineiros de Aljustrel avançam para greve

Depois de Neves-Corvo, a greve vai chegar às minas de Aljustrel! A paralisação vai decorrer entre as seis da manhã de 22 de Novembro e as 8h30 de 26 de Novembro e vai abranger os trabalhadores das empresas Almina, Empresa de Perfuração e Desenvolvimento Mineiro (EPDM) e Urmáquinas, segundo os pré-avisos de greve já entregues pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM) às respectivas administrações.
De acordo com o STIM, a greve anunciada para as minas de Aljustrel tem como objectivos "a melhoria dos salários e demais matérias de expressão pecuniária", a "melhoria das condições de saúde e segurança no trabalho" e a "humanização dos horários de trabalho na lavaria".
A "normalização das relações de trabalho na empresa, contra a repressão sobre os trabalhadores" e a defesa do "direito à negociação e pelo reconhecimento do sindicato representativo dos trabalhadores" são outros dos motivos que sustentam o pré-aviso de greve nas minas de Aljustrel.
"Os trabalhadores chegaram ao seu limite e querem mostrar a sua indignação", sublinha ao "CA" Luís Cavaco, coordenador da Direcção do STIM e membro do Secretariado da Direcção Nacional da Fiequimetal.
De acordo com este responsável, o STIM pretende sentar-se "à mesa" com a administração das minas de Aljustrel, para que esta "sinta que os trabalhadores estão completamente insatisfeitos".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
20:24, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018
Daniel
BOA VAMOS AVANÇAR.

20:23, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018
Daniel
vamos avançar.

07h00 - sexta, 19/10/2018
Governo apoia projecto do zinco da Somincor
O Governo já aprovou a minuta do contrato fiscal de investimento a celebrar entre o Estado e a Somincor, proprietária das minas de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, no âmbito do projecto da empresa para a expansão da produção de zinco, avaliado em 256 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Resialentejo aprova
orçamento de 2019
A empresa intermunicipal Resialentejo aprovou no final da passada semana, em Assembleia Geral, o seu Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o próximo ano de 2019, que prevê uma despesa de 4,8 milhões de euros e uma receita de cinco milhões.
07h00 - sexta, 12/10/2018
CM Mértola com bom
desempenho financeiro
A Câmara de Mértola surge no 18º lugar no ranking global dos municípios de pequena dimensão no "Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2017", elaborado pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas.
07h00 - sexta, 28/09/2018
Fábrica das Fortes investe
1,2 milhões para reabrir
A empresa AZPO-Azeites de Portugal já investiu cerca de 1,2 milhões de euros na sua unidade industrial de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, no sentido de reabrir a tempo da nova campanha olivícola.
07h00 - terça, 25/09/2018
ACOS faz balanço
positivo de novo serviço
A ACOS-Associação de Agricultores do Sul faz um balanço positivo do primeiro ano de funcionamento do seu novo Serviço Comercial de Ovinos, que garantiu a comercialização para fora do país de mais de nove mil animais.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial