00h00 - sexta, 20/10/2017

Francisco Chaves estreia
peça em Castro Verde

Francisco Chaves estreia peça em Castro Verde

O jovem Francisco Assislau Chaves, natural de Castro Verde, é o autor de "Concerto de Sombras", obra que sobe ao palco do cine-teatro municipal de Castro Verde nesta sexta-feira, 20, interpretada pela Orquestra Metropolitana de Lisboa (OML). O concerto está agendado para as 21h00 e será dirigido pelo maestro Michael Zilm.
Esta peça "demorou cerca de ano e meio a ser escrita e mais um ano para ser estreada, logo estou super-ansioso para ver o que 'vai sair' depois de um processo tão longo", admite Francisco Assislau Chaves, 23 anos, ao "CA" a partir da Alemanha, onde reside actualmente.
A nova obra do compositor castrense será interpretada pela OML durante o concerto "Os 500 Anos da Reforma", onde serão também tocadas obras de Johannes Brahms e Felix Mendelssohn, num espectáculo que contará com a participação do violinista José Teixeira.
"A Orquestra já tinha tocado a minha obra 'Sinfonieta em três andamentos' e tinham gostado muito dela. Tinha uma enorme vontade de escrever uma obra de maior dimensão, mais madura, mais longa. Propus-lhes compor um concerto para violino e aceitaram. Sugeriram-me um solista, o José Teixeira, com o qual trabalhei e discuti algumas ideias enquanto escrevia a peça", revela Francisco Assislau Chaves.
De acordo com o autor, "Concerto de Sombras" acabou por "nascer" quando ainda era estudante na Universidade de Évora e compôs "Jogo de Sombras", uma obra para três clarinetes.
"Na música clássica, no seu sentido mais tradicional, um 'concerto' é uma obra onde existe, regra geral, um solista acompanhado pela orquestra. Eu comecei a imaginar um concerto onde o solista se 'mistura', se 'funde' com a orquestra. Por vezes a orquestra é uma 'sombra' dele, por vezes ele é uma 'sombra' da orquestra. Por vezes ele é o solista 'convencional' a liderar e a guiar o grupo, por vezes é o contrário. Enquanto imaginava a música na minha cabeça, esta dialéctica interessava-me e deixava-me inquieto, curioso e excitado para saber como se iria resolver este 'conflito'. Espero que cause a mesma sensação no público", diz.
Natural de Castro Verde, Francisco Assislau Chaves entrou cedo para o Conservatório Regional do Baixo Alentejo (CRBA), onde frequentou no pólo de Castro Verde as aulas de guitarra clássica. Acabou por se licenciar em Música na Universidade de Évora (terminando o curso com a média final: 18 valores) e frequentou o mestrado em guitarra clássica no Conservatorium Maastricht, na Holanda. Em 2013 venceu o "Prémio Novos Compositores", com uma peça baseada na obra de Hayden.
Actualmente vive na Alemanha, onde é professor numa escola de música". "Mas também cruzo a fronteira muitas vezes e vou à Holanda dar aulas privadas, além de dar aulas por Skype. Isso ocupa 50% do meu tempo. Nos outros 50% dedico-me a novos projectos, composições e concertos ocasionais como guitarrista", revela.
Um dos projectos que tem em mãos, adiante, é a composição da banda sonora de um vídeo-jogo. "Mas ainda não posso dar muitos pormenores, porque estamos a trabalhar nisso", conclui.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 22/04/2018
Biblioteca de Castro Verde
celebra 23º aniversário
A Biblioteca Municipal Manuel da Fonseca, em Castro Verde, assinala este domingo, 22 de Abril, o seu 23º aniversário com diversas iniciativas ligadas aos livros e à leitura.
07h00 - sexta, 20/04/2018
Quinzena de artes
em Castro Verde
Da música acústica ao rock mais "eléctrico", do cante alentejano às palavras de Abril, dos livros aos produtos da terra, do teatro para bebés aos espectáculos de revista, são muitos os pontos de interesse de mais uma edição da "Primavera no Campo Branco", quinzena cultural que a Câmara de Castro Verde promove entre esta sexta-feira, 20 de Abril, e o dia da Mãe, a 6 de Maio.
07h00 - sexta, 20/04/2018
Vila de Almodôvar
"volta" à Idade Média
Almodôvar "viaja" neste fim-de-semana até 1285, ano em que Dom Dinis concedeu a Carta de Foral à localidade, com o centro histórico da vila a receber bailes e folias, bobos e jograis, damas e cavaleiros, numa organização da Câmara Municipal local.
07h00 - sábado, 14/04/2018
Exposição sobre
história de Garvão
A sede da União de Freguesias de Garvão e Santa Luzia recebe a partir desta sábado 14, pelas 15h00, uma exposição sobre o passado de Garvão, que tem mais de vinte séculos de história.
00h01 - sábado, 14/04/2018
"Terras Sem Sombra"
na vila de Mértola
O concelho de Mértola recebe neste fim-de-semana, 14 e 15 de Abril, a passagem do XIV Festival "Terras Sem Sombra", organização da associação Pedra Angular em parceria com diversos municípios do Alentejo.

Data: 20/04/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial