00h00 - quarta, 18/10/2017

Castro Verde: Novo presidente
quer "fazer melhor" pelo concelho

Castro Verde: Novo presidente quer "fazer melhor" pelo concelho

"Fazer mais e melhor" pelo concelho e trabalhar com rigor, determinação e seriedade são as garantias deixadas pelo novo presidente da Câmara de Castro Verde para o mandato que vai cumprir até 2021. O socialista António José Brito tomou posse nesta terça-feira, 17, ao final da tarde, e no seu discurso deixou claro ao que vai: "O programa eleitoral que apresentámos é um compromisso e os compromissos são para serem cumpridos".
Depois da histórica vitória nas Autárquicas de 1 de Outubro, onde o PS conquistou uma câmara que era um "bastião comunista", António José Brito assume que o tempo é de "assumir o futuro", embora lembre não ser possível fazer "em nove meses o que outros não fizeram em nove anos".
Mesmo assim, e apesar de ter "sérias dúvidas sobre a situação económica da Câmara Municipal", garante que o executivo que lidera não fugirá às suas "responsabilidades". E nesse capítulo, as prioridades estão bem definidas: debelar o "gravíssimo problema" da rede de águas da vila de Castro Verde; pedir uma reunião com o ministro da Educação para o avanço de "obras profundas" na Escola Secundária; resolver "o grave problema do pavilhão desportivo municipal"; tomar medidas para que a vila "seja mais limpa e asseada"; e fazer "uma radiografia dos casos de pobreza extrema no concelho".
"Nesta como noutras matérias não vamos assobiar para o lado como se vivêssemos no melhor dos mundos", prometeu António José Brito, deixando ainda uma palavra aos trabalhadores do Município: "Seremos rigorosos e intransigentes com quem não quiser partilhar a responsabilidade de pôr o serviço e o dever públicos à frente das suas circunstâncias particulares".
O novo presidente da Câmara de Castro Verde analisou igualmente os resultados das Autárquicas 2017 no concelho, notando que o PS chegou à vitória "depois de uma dura luta", tendo trabalhado "muito, com estratégia e grande exigência".
"Nesta luta de David contra Golias insistimos num trabalho activo de oposição responsável, dando expressão pública às ideias que defendemos. Fomos sérios e mesmo perante a rudeza e altivez de um poder com mais de 40 anos nunca vergámos", disse.
Após a tomada de posse dos novos eleitos da Câmara e Assembleia Municipal, procedeu-se à eleição do presidente e vogais da mesa da Assembleia Municipal de Castro Verde. Foi eleita Ana Paula Baltazar, que seguia em terceiro lugar na lista da CDU, que era liderada por Manuela Florêncio. Recorde-se que neste órgão a CDU tem uma maioria de 10 eleitos contra nove do PS, fruto do lugar por inerência a que têm direito os presidentes de junta de freguesia.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 19/10/2018
Governo apoia projecto do zinco da Somincor
O Governo já aprovou a minuta do contrato fiscal de investimento a celebrar entre o Estado e a Somincor, proprietária das minas de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde, no âmbito do projecto da empresa para a expansão da produção de zinco, avaliado em 256 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Resialentejo aprova
orçamento de 2019
A empresa intermunicipal Resialentejo aprovou no final da passada semana, em Assembleia Geral, o seu Orçamento e Plano Plurianual de Investimentos para o próximo ano de 2019, que prevê uma despesa de 4,8 milhões de euros e uma receita de cinco milhões.
07h00 - sexta, 12/10/2018
CM Mértola com bom
desempenho financeiro
A Câmara de Mértola surge no 18º lugar no ranking global dos municípios de pequena dimensão no "Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2017", elaborado pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas.
07h00 - sexta, 28/09/2018
Fábrica das Fortes investe
1,2 milhões para reabrir
A empresa AZPO-Azeites de Portugal já investiu cerca de 1,2 milhões de euros na sua unidade industrial de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, no sentido de reabrir a tempo da nova campanha olivícola.
07h00 - terça, 25/09/2018
ACOS faz balanço
positivo de novo serviço
A ACOS-Associação de Agricultores do Sul faz um balanço positivo do primeiro ano de funcionamento do seu novo Serviço Comercial de Ovinos, que garantiu a comercialização para fora do país de mais de nove mil animais.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial