07h00 - quarta, 04/10/2017

Aljustrel recorda
Brito Camacho

Aljustrel recorda Brito Camacho

Manuel de Brito Camacho foi médico e militar, fundou jornais e chegou a ministro na I República, numa vida longa (e rica) que a Biblioteca Municipal de Aljustrel recorda ao longo deste mês de Outubro.
A exposição "Brito Camacho: o Homem e a Obra" é inaugurada nesta quarta-feira, 4 de Outubro, véspera do 107º aniversário da implantação da República em Portugal, e vai poder ser vista até final do mês, reunindo livros, textos e alguns apontamentos "de um dos mais brilhantes filhos de Aljustrel" que fazem parte fundo local da Biblioteca Municipal.
Nascido a 12 de Fevereiro de 1862 no Monte das Mesas, perto de Rio de Moinhos, Manuel de Brito Camacho estudou em Beja e mudou-se depois para Lisboa, onde se formou em Medicina ao mesmo tempo que abraçou a causa republicana e combateu intensamente o regime monárquico. Em 1983 foi candidato a deputado pelo círculo eleitoral de Beja nas listas republicanas, mas apesar de eleito nunca chegou a tomar posse devido a um polémico artigo que escreveu no jornal "Nove de Junho".
Pouco depois fundou o jornal "O Intransigente", que defendia os ideais republicanos, e em 1902 abandonou de vez a medicina para dedicar-se ao jornalismo e à política. Acabou por ser uma das figuras marcantes da vida portuguesa nessa época, chegando a ministro do Fomento (entre 1910 e 1911) e a Alto Comissário da República em Moçambique (de 1921 a 1923). Pelo meio, fundou e liderou o Partido Unionista, além de ter criado e dirigido o jornal "A Lucta", órgão oficioso do partido.
Em 1918, depois da eleição de António José de Almeida para a Presidência da República, Brito Camacho refreou a sua actividade política e abandonou mesmo os cargos de liderança partidária. Uma decisão que o levou a declinar também, já em 1920, o convite para formar um governo apoiado pelo Partido Liberal Republicano.
Mas nem só de política se fez a vida de Brito Camacho. Escritor fecundo, foi autor de mais de trinta volumes publicados, nos quais se destacam as narrativas sobre o Monte das Mesas e o Baixo Alentejo rural. Colaborou em diversas publicações periódicas, nomeadamente as revistas "Atlântida" e "Ilustração", bem como na edição mensal do "Diário de Lisboa" e na "Gazeta das Colónias", entre outras.
Brito Camacho morreu com 72 anos, a 19 de Setembro de 1934, em Lisboa, numa altura em que já se tinha afastado de vez da vida político-partidária. O seu nome acabou por ser atribuído à Escola Básica de Aljustrel, de que é patrono, e figura na toponímia da "vila mineira".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 20/04/2018
Quinzena de artes
em Castro Verde
Da música acústica ao rock mais "eléctrico", do cante alentejano às palavras de Abril, dos livros aos produtos da terra, do teatro para bebés aos espectáculos de revista, são muitos os pontos de interesse de mais uma edição da "Primavera no Campo Branco", quinzena cultural que a Câmara de Castro Verde promove entre esta sexta-feira, 20 de Abril, e o dia da Mãe, a 6 de Maio.
07h00 - sexta, 20/04/2018
Vila de Almodôvar
"volta" à Idade Média
Almodôvar "viaja" neste fim-de-semana até 1285, ano em que Dom Dinis concedeu a Carta de Foral à localidade, com o centro histórico da vila a receber bailes e folias, bobos e jograis, damas e cavaleiros, numa organização da Câmara Municipal local.
07h00 - sábado, 14/04/2018
Exposição sobre
história de Garvão
A sede da União de Freguesias de Garvão e Santa Luzia recebe a partir desta sábado 14, pelas 15h00, uma exposição sobre o passado de Garvão, que tem mais de vinte séculos de história.
00h01 - sábado, 14/04/2018
"Terras Sem Sombra"
na vila de Mértola
O concelho de Mértola recebe neste fim-de-semana, 14 e 15 de Abril, a passagem do XIV Festival "Terras Sem Sombra", organização da associação Pedra Angular em parceria com diversos municípios do Alentejo.
00h00 - sábado, 14/04/2018
"Game Day"
em Castro Verde
O Fórum Municipal de Castro Verde recebe neste fim-de-semana, 14 e 15 de Abril, o "Game Day", iniciativa da Câmara Municipal e da União das Freguesias de Castro Verde e Casével.

Data: 20/04/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial