07h00 - quarta, 02/08/2017

IPBeja avalia impacto do
Festival Sudoeste em Odemira

IPBeja avalia impacto do Festival Sudoeste em Odemira

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) vai realizar um estudo de impacte sócio-económico e cultural do Festival Meo Sudoeste no concelho de Odemira, cujos resultados serão divulgados em 2018.
O estudo é fruto de um acordo entre a instituição e a Câmara de Odemira e vai permitir avaliar o impacto evento no território de Odemira, que todos os anos recebe milhares de "festivaleiros" atraídos pelo festival.
Através do estudo "visa-se analisar a multidimensionalidade do impacte gerado por este evento no concelho de Odemira", sublinha fonte do IPBeja, acrescentando que este pretende igualmente "contribuir para dimensionar a importância dos efeitos multiplicadores do sector cultural nos territórios e nas comunidades que os acolhem".
A edição de 2017 do festival arranca esta quarta-feira, 2, sendo que no palco principal (Palco Meo) actuarão os The Chainsmokers, Mac Miller, Richie Campbell e Matias Damásio. Pelos restantes palcos do Meo Sudoeste vão passar na primeira noite Liga Knock Out, Piruka, Andrezo, Jêpê, Hype Mike, A-Gold, Cri$e, Plutónio e Calema.
DJ Snake, Marshmello, Two Door Cinema Club e Mishlawi são as propostas para a noite de quinta-feira, 3, no palco principal. Nesse mesmo dia actuam também no festival a Liga Knock Out, Malabá, Prof Jam, Leandro 300, Ptzgrilla, MGDRV e Isaura.
Na sexta-feira, 4, o Palco Meo recebe o DJ Martin Garrix e o rapper Lil'Wayne, além de Dua Lipa e Crystal Fighters. Nessa mesma noite, o Palco Moche X Spot acolhe a Curadoria Orelha Negra, com Kappa Jotta, Think Music, Supa Quad, Wet Bed gang, Bispo, DJ Stickup, DJ Big, Sensi e Karetus. E GROGNation e Valas actuam no Palco LG.
O Meo Sudoeste 2017 termina no sábado, 5, dia em que o destaque vai para os concertos de Afrojack, Jamiroquai, Dengaz e April Ivy. A noite de despedida do festival contará ainda com as actuações de Liga Knock Out, Saídos da Casca, Van Breda, Stereossauro, Dimitri Vangelis & Wyman, Sebastián Yatra e Mika Mendes.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
17h24 - quinta, 18/01/2018
Neves-Corvo: Construções do projecto de expansão do zinco adiadas
A Somincor decidiu adiar as construções do projecto de expansão do zinco (ZEP) à superfície em Neves-Corvo até que se verifique "a estabilidade total da operação" na mina situada no concelho de Castro Verde, adiantou ao "CA" fonte oficial da empresa.
07h00 - terça, 16/01/2018
Trabalhadores da Somincor esperam nova proposta
Os trabalhadores da Somincor vão esperar que a administração da empresa apresente uma nova proposta para fazer face às suas reivindicações até ao próximo dia 29 de Janeiro.
00h00 - segunda, 15/01/2018
Crise em 26,8% das
farmácias de Beja
Um total de 26,8% das farmácias do distrito de Beja encontram-se em situação de penhora e insolvência, adianta ao "CA" fonte oficial da Associação Nacional de Farmácias (ANF).
00h00 - domingo, 14/01/2018
EMAS Beja com mudanças na estrutura
O conselho de administração da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja, presidido por Luís Miranda, aprovou esta semana alterações à macro-estrutura da instituição.
00h00 - sexta, 12/01/2018
EMAS Beja com situação financeira delicada
Logo após entrar em funções, a nova administração da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja teve de liquidar um empréstimo de curto-prazo no valor de 200 mil euros.

Data: 12/01/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial