07h00 - quarta, 17/05/2017

Plenário de trabalhadores em Neves-Corvo

Plenário de trabalhadores em Neves-Corvo

Os mineiros que trabalham na mina de Neves-Corvo, em Castro Verde, reúnem esta quarta-feira, 17 de Maio, em plenário, numa sessão que contará com a presença do secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos.
A reunião está agendada para as 14h20 e segundo a CGTP visa discutir a pretensão da administração da empresa mineira de implementar horários de trabalho "designados de concentrados, que caso fossem aceites, levariam os mineiros a trabalhar 10 horas e 42 minutos por dia".
"É importante fazer notar, que o trabalho no fundo de uma mina para além de altamente desgastante é igualmente penoso e que todos os horários de trabalho que ultrapassem as 37 horas e 30 minutos concorrem para o aumento dos acidentes de trabalho", sublinham os sindicalistas em comunicado enviado ao "CA".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - segunda, 19/06/2017
BEI visita projectos
na zona do Alqueva
Alguns dos projectos que integram a candidatura de Portugal para o alargamento do perímetro de rega do Alqueva vão ser visitados durante esta semana por uma delegação do Banco Europeu de Investimento (BEI).
00h00 - domingo, 18/06/2017
Alentejo 2020 já aprovou
332 milhões em fundos europeus
O Programa Operacional Regional Alentejo 2020 já aprovou um total de 1159 candidaturas, o que representa um total de 332 milhões de euros de fundos europeus.
07h00 - terça, 13/06/2017
27% das farmácias do distrito em insolvência ou com penhora
De acordo com a Associação Nacional de Farmácias (ANF), cerca de 27% das farmácias do distrito de Beja encontra-se em situação de insolvência ou penhora.
00h00 - sexta, 09/06/2017
Operadores sem interesse no aeroporto de Beja
A falta de interesse dos operadores aéreos em utilizar o aeroporto de Beja tem feito com que a infra-estrutura esteja a ter "uma fase de arranque extremamente difícil".
00h00 - segunda, 05/06/2017
Adega da Vidigueira teve
"ano positivo" em 2016
O presidente da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito (ACV) considera que 2016 "foi um ano positivo" para a instituição, apesar de uma quebra de produção de cerca de 8%.

Data: 23/06/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial