00h00 - quinta, 13/04/2017

Paul Conibear, da Lundin Mining:
Reforço da produção de zinco em
Neves-Corvo "é muito importante"

Paul Conibear, da Lundin Mining: Reforço da produção de zinco em Neves-Corvo "é muito importante"

A Lundin Mining prepara-se para investir cerca de 250 milhões de euros no reforço da produção de zinco na mina de Neves-Corvo, no concelho de Castro Verde. O projecto foi apresentado esta semana e segundo revela ao "CA" o presidente da multinacional sueco-canadiana deverá estar concluído em meados de 2019, permitindo a criação de 200 novos postos de trabalho.
"A operação da Somincor tem registado um declínio na produção de cobre e tem boas reservas de zinco. E para manter a mina saudável e rentável, este projecto de expansão é muito importante", diz Paul Conibear.

Que importância tem o investimento de expansão do zinco para a mina de Neves-Corvo e para a Lundin Mining?
Este investimento é muito importante para a Lundin Mining. A operação da Somincor tem registado um declínio na produção de cobre e tem boas reservas de zinco. E para manter a mina saudável e rentável, este projecto de expansão é muito importante para o futuro das comunidades e da empresa.

Qual o valor do investimento previsto?
Estamos a falar de 250 milhões de euros: E estimo que tenha um período de construção de cerca de dois anos.

Em termos práticos, estamos a falar de quê?
Estamos a falar de duplicar a capacidade de produção do zinco. De momento, temos capacidade para produzir um milhão de toneladas de zinco por ano e com este investimento podemos chegar a 2,5 milhões de toneladas por ano.

Este investimento permitirá o aumento da vida útil da mina de Neves-Corvo?
Pelo menos mais 10 anos. Mas mais importante, devido ao declínio do teor de cobre, esta mina não foi rentável nos últimos dois anos. Para inverter isso precisamos de reinvestir e modernizar.

Que precisa a Lundin Mining do Governo de Portugal para o projecto avançar?
Obviamente que para qualquer novo projecto mineiro ir adiante é preciso um estudo de impacte ambiental, que é bastante rigoroso. Iniciámos esse processo no final de 2016 e o que necessitamos para avançar com o projecto é autorização ambiental.

Em 2014, com a presença do então primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, a Somincor tinha anunciado um investimento no zinco. Em que ponto se encontra o mesmo?
Já fizemos uma expansão do zinco, em que passámos de uma capacidade de 5.000 toneladas para 1,1 milhão de toneladas. E agora é necessário um novo investimento.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 21/11/2017
EMAS Beja em situação
de rotura financeira
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja entrou numa situação de "rotura completa de tesouraria" no passado mês de Junho, o que levou a nova administração a avançar, "com carácter de urgência", para a contratação de um empréstimo de médio e longo prazo no valor de 2,5 milhões de euros.
07h00 - segunda, 20/11/2017
Autarca de Beja eleito para a direcção da AMPV
O presidente da Câmara de Beja, Paulo Arsénio, foi eleito no final da passada semana vogal do conselho directivo da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), estrutura que conta com cerca de 80 municípios associados.
07h00 - sexta, 17/11/2017
Empresa MESA instala-se no aeroporto de Beja
A empresa de engenharia e manutenção MESA, ligada ao grupo da companhia aérea HiFly, vai ter um hangar de manutenção de aviões no aeroporto de Beja, que deverá começar a ser construído em Abril de 2018.
07h00 - quarta, 15/11/2017
Montaraz de Garvão
premiada no estrangeiro
A empresa Montaraz de Garvão, que produz produtos à base de carne de porco alentejano no concelho de Ourique, foi recentemente premiada em Inglaterra, durante mais uma edição dos "Great Taste Awards 2017".
00h00 - segunda, 13/11/2017
PDR 2020 apresentado
a agricultores em Aljustrel
A Esdime/ Agência para o Desenvolvimento Local do Alentejo Sudoeste promove nesta segunda-feira, 13, uma sessão de informação sobre os apoios do Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 (PDR 2020).

Data: 10/11/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial